Skip to content

Uma Nova Caminhada

Blog

Uma Nova Caminhada

Chegamos à segunda década do Século XXI, prosseguindo mais uma caminhada neste novo ano de 2011. Para os astrônomos e os físicos, a passagem de um ano significa que o planeta Terra chegou ao ponto que ocupava há 365 dias antes, ou seja, completou o seu movimento de translação em volta do Sol, e agora voltou a realizar a mesma trajetória gravitacional. Entretanto, para os indivíduos comuns, esta passagem se reveste de grande simbolismo, e, conforme a tradição, mais uma vez, foi comemorada com queima de fogos de artifícios, shows musicais, troca de brindes e felicitações, etc. Para outros essa transição causa dúvidas e temores sobre o futuro. Nessa época, os astrólogos e cartomantes aumentam o seu faturamento, pois são procurados por muitas pessoas ansiosas em saber o que vai acontecer no ano novo. As praias do litoral brasileiro como acontece em todas as viradas de ano, ficaram repletas de gente, trajando roupa branca, símbolo da paz, e levando oferendas a “Iemanjá”. Houve também as chamadas “simpatias”: Acender todas as luzes da casa e abrir as janelas para saírem às energias negativas e entrarem as positivas. Colocar uma cédula dobrada dentro do sapato, calçá-lo e entrar o ano novo pisando com o pé direito para atrair muito dinheiro”.

Todavia, para aqueles que, acima das crendices e das superstições depositam a sua confiança no “Pai Eterno”, a chegada de mais um ano traz a renovação da fé e da esperança na sublime promessa de Jesus Cristo, antes de sua ascensão do Monte das Oliveiras: “… E, eis que estou conosco todos os dias e até a consumação dos séculos”. Os seus fiéis não precisam de prognósticos sobre o futuro, como os antigos povos que chegavam a abrir as entranhas de pássaros e animais procurando sinais para as suas indagações, porque mais necessário do que saber por antecipação, o que vai acontecer nessa nova caminhada, é ter a certeza em todos os momentos da presença divina. Lembro-me da história de um garoto que estava fazendo uma viagem de trem, e despertou a atenção de um senhor que também viajava na mesma composição. Este se aproxima do menino e pergunta-lhe: “Está viajando sozinho meu filho? Sim, senhor, responde o garoto. Até onde você está indo? Até o fim da linha. Você não tem medo de fazer toda esta viagem sozinho? Não, não tenho. E por quê? Porque o meu pai é o maquinista deste trem”. A firmeza desta resposta é uma demonstração da confiança que o garoto depositava em seu pai no comando da locomotiva. Por sua vez, o pai sabia que o seu filho estava tranquilo em alguma parte da composição.

É necessário crer que o “Pai Eterno”, está no controle de todas as situações e Ele sabe onde estão os seus filhos em qualquer lugar deste planeta. Sobre o cuidado divino escreveu o Rei Davi nos Salmos 101.6: “Os meus olhos procuram os fiéis da terra, para que estejam comigo; o que anda num caminho reto, este me servirá”. O erudito apóstolo São Paulo, quando expunha na cidade de Atenas, as verdades do Evangelho para os filósofos gregos, declarou que: “O Deus Criador não habita em templos feitos por mãos de homens; nem tão pouco é servido por mãos humanas, como que necessitando de alguma coisa, pois Ele mesmo é quem dá a vida a todos e a respiração e todas as coisas; E que Deus não está longe de cada um de nós. Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos”.

Ao perceber uma grande ansiedade de seus discípulos em relação ao porvir, Jesus os exortou dizendo-lhes: “…Olhai para as aves do céu, que nem semeiam nem segam, nem ajuntam em celeiros, e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E quanto ao vestido, porque andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem, não trabalham nem fiam. E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Não andeis, pois inquietos, pois o Vosso Pai Celestial sabe que necessitais de todas estas coisas. Mas buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas”.

Crendo sem restrições nessas promessas infalíveis e fiéis do Pai Eterno, sejamos agradecidos pelas dádivas recebidas no ano findo, e, prossigamos essa nova caminhada com toda a nossa confiança no Deus Soberano, já que é graças a Ele que a vida continua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também