Skip to content

Três homicidas são presos pela Polícia Civil de Alagoas nas últimas 24 horas

  • Home
  • Policial
  • Três homicidas são presos pela Polícia Civil de Alagoas nas últimas 24 horas

Blog

Três homicidas são presos pela Polícia Civil de Alagoas nas últimas 24 horas

A equipe de policiais civis da Delegacia do 75º DP de Campo Alegre/AL, coordenada pelo delegado Bruno Emílio, que tem como chefe de operações Alfredo Presser Júnior e chefe de cartório Paulo César Melo, realizou operação para dar cumprimento a mandados de prisão contra foragidos que praticaram homicídios naquele município.

Desde a tarde desta quarta-feira, 10, três acusados de homicídios qualificados foram presos pelos policiais civis, ocasião em que os agentes, após certo período de investigação à procura dos foragidos, localizaram os indivíduos e deram cumprimento aos mandados de prisão contra eles, os quais são acusados de participar de ações criminosas que resultaram no assassinato de três pessoas no município de Campo Alegre, fatos ocorridos em datas diferentes, bem como ainda estão sendo investigados por envolvimento no tráfico de drogas na região, dentre outros crimes.

Vale destacar o trabalho conjunto no combate à criminalidade naquele município, visto que as três prisões foram decretadas pela Juíza de Direito da Comarca de Campo Alegre, após manifestação favorável do Membro do Ministério Público, atendendo ao pedido feito pela autoridade policial, Bruno Emílio, cujo cumprimento foi realizado pelos agentes da equipe da Delegacia do 75º Distrito Policial.

O primeiro preso tem 20 anos de idade, mas já responde por dois homicídios, pois foi acusado pelo homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima com emprego de arma de fogo contra Weverton da Silva Guimarães, vulgo Evinho, ocorrido no dia 09 de novembro de 2023, por volta das 22 horas e 30 minutos, na Favela Novo Mundo, em via pública (próximo ao supermercado do “finado Wilson”), na cidade de Campo Alegre, mediante disparos de arma de fogo, ceifaram a vida da pessoa de Weverton da Silva Guimarães, conhecido por “Evinho”, sem dar chances de defesa para o mesmo.

Além de ser acusado pelo homicídio de Evinho, o tal indivíduo de 20 anos também foi preso pelo homicídio de Cícero Rafael da Silva, ocorrido no dia 03 de março de 2024, no Povoado Pimenteira, perto da Favela Novo Mundo, em via pública (próximo à vila onde residia com sua genitora), na cidade de Campo Alegre, mediante vários disparos de arma de fogo, cuja motivação dos dois homicídios se deu por causa de dívidas decorrentes do tráfico de drogas, pois as vítimas eram viciadas e não tinham o dinheiro exigido pelos traficantes.

O segundo indivíduo preso possui 24 anos de idade e é acusado pela prática de homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima conhecida por ZÉ LUIZ, no dia 23 de março do corrente ano (sábado), por volta das 21 horas e 30 minutos, na Rua Santa Luzia, em via pública, centro de Campo Alegre, devido a um desentendimento (motivo fútil), ceifou a vida da vítima, a golpes desferindo pedradas (meio cruel), sem dar chances de defesa.

Vale destacar que este indivíduo de 24 anos faz constantes ameaças de morte com uma faca contra o próprio pai, que é idoso, exigindo-lhe que venda a única casa onde mora para dar dinheiro ao mesmo que é viciado em drogas, o qual já responde na justiça por ameaça e lesão corporal qualificada contra ascendente idoso, pois agrediu fisicamente o próprio genitor, batendo a cabeça do idoso contra o asfalto, causando-lhe um grande corte na cabeça.

Já o terceiro indivíduo preso possui 27 anos e também responde pela empreitada criminosa que ceifou a vida de Cícero Rafael da Silva, ocorrido no dia 03 de março de 2024, no Povoado Pimenteira, perto da Favela Novo Mundo, em via pública (próximo à vila onde residia com sua genitora), na cidade de Campo Alegre. O delegado esclarece que o indivíduo de 20 anos foi preso na tarde de ontem, enquanto os indivíduos de 24 e 27 anos foram presos na tarde de hoje, 11/04/2024, pelos policiais civis da Delegacia de Campo Alegre.

Por fim, o delegado enaltece o trabalho da Delegacia de Campo Alegre pelo alto índice de elucidação de crimes violentos letais intencionais, tendo em vista que todos os homicídios ocorridos nos últimos cinco meses em Campo Alegre foram desvendados e os autores responsabilizados na forma da lei.

O trabalho continua e em breve outros foragidos por crimes cometidos naquela comarca serão levados para a prisão. Após os procedimentos de praxe, os três presos serão recambiados da Delegacia Regional de São Miguel dos Campos para os presídios de Maceió.

A operação da Delegacia de Campo Alegre teve o apoio da DPJ3, da Delegacia-Geral e da Secretaria de Segurança Pública.

Por Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também