Skip to content

Reunião no Tribunal de Justiça pode definir futuro de Cícero Ferro

  • Home
  • Alagoas
  • Reunião no Tribunal de Justiça pode definir futuro de Cícero Ferro

Blog

Reunião no Tribunal de Justiça pode definir futuro de Cícero Ferro

Após várias horas de reunião, nada ficou resolvido no caso Cícero Ferro. O presidente da Assembléia Legislativa (ALE), deputado Fernando Toledo (PSDB) informou que marcou para ainda hoje, uma reunião com a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Elizabeth Carvalho e a Mesa Diretora da ALE, para discutir o assunto.

Toledo disse ainda, que os 20 deputados, que compareceram hoje na ALE, analisaram a questão jurídica do pedido e que pretende encontrar um entendimento e uma solução diplomática para o caso.

Com isso, os deputados ainda não sabem se vão ou não, cumprir a decisão do desembargador Orlando Manso, que pede o afastamento do deputado Cícero Ferro.

A decisão monocrática do desembargador Orlando Manso tem sua fundamentação baseada no assassinato do vereador Fernando Aldo, de Delmiro Gouveia, acontecido em 2007 na cidade de Mata Grande. Ferro é denunciado pelo Ministério Público Estadual como mandante do crime.

Na decisão do desembargador ele diz que o deputado “demonstra sua elevada periculosidade e, consequentemente, exalta o risco de acaso continuar exercendo o cargo de deputado estadual”.

Ainda diz Orlando Manso em sua decisão: “Ora, uma pessoa que é acusada de praticar diversos crimes e de andar pelas ruas com um verdadeiro poder bélico (já que é acompanhado por vários “capangas” fortemente armados, inclusive, com armas de grosso calibre, ostentando um forte esquema de segurança, compostos por vários veículos automotores, a causar inveja a qualquer Chefe de Estado ou celebridade de fama internacional)”.

Por fim, o desembargador completa: “A fama e a periculosidade do mesmo (Cícero Paes Ferro) ultrapassam as fronteiras do Estado de Alagoas, tendo em vista que já foi citado em Relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado Federal, no tocante a crimes de mando, sem falar no noticiário policial dos últimos tempos, onde o mesmo faz parte das principais manchetes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também