Skip to content

Polícia Civil prende acusado de estuprar três crianças no interior de Alagoas

  • Home
  • Policial
  • Polícia Civil prende acusado de estuprar três crianças no interior de Alagoas

Blog

Polícia Civil prende acusado de estuprar três crianças no interior de Alagoas

Um idoso de 65 anos que não pode ter o nome revelado devido a lei do abuso de autoridade foi preso nesta quinta-feira, 25 de janeiro, acusado ter estuprado três crianças, na cidade de Arapiraca. O elemento já foi condenado pela Justiça em 2017 a mais de 30 anos de prisão.

A prisão foi efetuada por policiais civis do Núcleo de Investigação Especial (NIESP) da Polícia Civil, sob o comando do delegado Daniel Mayer, em uma residência localizada no Centro de Arapiraca, onde morava com seus irmãos.

De acordo com as informações policiais, os estupros em séries tiveram como vítimas crianças de 5, 6 e 7 anos. Uma das vítimas era sobrinha do acusado, que começou a ser violentada sexualmente em 2009, quando tinha 7 anos, e quando completou 12 anos de idade, não quis mais frequentar a casa dos tios, onde o abusador também residia.

“Somente em abril de 2017, apresentando um quadro depressivo, a vítima confidenciou os abusos para a orientadora da escola que frequenta, e posteriormente para sua própria genitora”, complementou o delegado Daniel Mayer.

Ainda segundo a polícia, as outras duas meninas abusadas sexualmente eram irmãs e filhas de uma “irmã de criação” do acusado, fato ocorrido em meados de 2013. As crianças iam à casa dos tios, onde residia o acusado, e este, aproveitando-se dos momentos em que ficava sozinho com as vítimas, praticava os atos libidinosos.

Todos os abusos sexuais foram praticados no interior da residência do indiciado e que não há indícios de que os familiares tinham prévio conhecimento dos fatos.

A polícia explicou ainda que ficou provado, também, que o acusado ameaçava matar as vítimas e suas mães, caso elas contassem aqueles fatos a alguém. Essas ameaças foram o motivo de terem as vítimas omitido a informação sobre os abusos sofridos por muitos tempo.

Durante o cumprimento do mandado de prisão, os agentes do NIESP foram informados pelos irmãos do acusado, que ele tinha armas de fogo escondidas no seu quarto. Com autorização dos irmãos, os policiais civis fizeram a busca e encontraram embaixo do colchão quatro armas de fogo tipo “garrucha” de dois canos, calibre 32 e munições.

Mediante os fatos, o homem foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições. O criminoso está sob custódia da Polícia Civil e se encontra à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também