Skip to content

PM mantém trabalho efetivo de combate ao tráfico de drogas nos municípios alagoanos

  • Home
  • Policial
  • PM mantém trabalho efetivo de combate ao tráfico de drogas nos municípios alagoanos

PM mantém trabalho efetivo de combate ao tráfico de drogas nos municípios alagoanos

O trabalho de combate ao tráfico de drogas e violência continua efetivo nos municípios, com várias atuações na última quarta-feira (28). No Sertão, por exemplo, as guarnições da Companhia Independente de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes) estavam em patrulhamento no bairro Alto da Serra, em Inhapi, quando abordaram um homem em atitude suspeita.

Em sua mochila, foram encontrados 712 gramas de maconha e uma balança de precisão. Já em sua residência, os militares encontraram mais 2,1 quilos da mesma droga. Ao consultar no sistema, também foi constatado que o homem de 47 anos já foi preso anteriormente pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi conduzido para o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de São José Tapera, para os procedimentos cabíveis.

Já em Viçosa, a guarnição de Radiopatrulha da 3ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I) foi acionada para uma situação de tentativa de homicídio em uma vila próximo ao Rio Paraíba.

Os militares localizaram o suspeito em uma motocicleta na estrada que liga Viçosa a Pindoba. Ele foi abordado e foi constatado que o veículo possuía uma queixa de roubo. O homem de 37 anos foi conduzido para a Delegacia de Polícia de União dos Palmares, onde ficou à disposição da justiça.

Já no município de São Sebastião, uma guarnição da 10ª CPM/I recebeu a denúncia de que uma mulher com deficiência auditiva estava sofrendo abuso sexual de um de seus irmãos.

Os militares foram à casa da vítima com um intérprete de libras da Secretaria de Educação da cidade, onde a vítima pode relatar sobre os abusos que ela sofria desde 2014, mas que só teve coragem de denunciar naquele momento. Diante disso, a guarnição conseguiu localizar o suspeito, um homem de 37 anos, que foi levado para o Cisp para os procedimentos legais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também