Skip to content

Penedo: 373 anos de elevação a Vila passa despercebido

  • Home
  • Penedo
  • Penedo: 373 anos de elevação a Vila passa despercebido

Blog

Penedo: 373 anos de elevação a Vila passa despercebido

A passagem do 12 de abril, data que marcou os 373 anos de elevação de Penedo a categoria de Vila, passou praticamente despercebido. Mesmo com a elaboração de uma vasta programação esportiva e algumas poucas apresentações culturais, a Prefeitura de Penedo divulgou o resgate das Tradições Populares e, neste “resgate” nada do que estava desativado ou há muito sem se apresentar em Penedo.

Grupos de Teatro com recentes montagens a exemplo da Cia de Artes Ribeirinhas e do Núcleo de Pesquisa Teatral, respectivamente com os espetáculos “Pfut o Fantasminha” e “Jeremias o Herói” estão na programação do festival, junto com mais duas montagens que são ainda mais recentes. O Monólogo “As Mãos de Eurídice” será encenada pelo ator Jean Lenzi que paralelamente se encontrará com outro monólogo na busca do “resgate das tradições”.

O outro monólogo é “Fragmentos no Vazio – Uma viagem poética pelo mundo dos sonhos”, montado e encenado pela atriz, Cláudia Helena, que atualmente é diretora do Teatro Sete de Setembro. Até então, bons espetáculos, mas, nenhum resgate.

Na manhã do dia 12 de abril, às 08horas na praça Barão do Penedo, houve o hasteamento dos pavilhões de Penedo, Alagoas e Brasil. Lá, faltou o povo penedense, principalmente, aqueles que representam nossa gente de fato e direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também