Skip to content

Municípios aderem a projeto para cultivo de horta em escolas

Blog

Municípios aderem a projeto para cultivo de horta em escolas

Representantes de 59 secretarias municipais de Educação do País assinaram, em Brasília, termos de compromisso para a participação no Projeto Educando com a Horta Escolar. A iniciativa tem por objetivo conscientizar alunos do ensino fundamental da rede pública sobre meio ambiente, mudanças de hábitos alimentares e aprendizagem interdisciplinar.
O projeto, que começou em 2005, é financiado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Em fase experimental, envolveu três municípios – Bagé (RS), Saubara (BA) e Santo Antônio do Descoberto (GO).

Para o representante da FAO no Brasil José Tubino, o objetivo do projeto não é apenas a produção de hortas, mas também o desenvolvimento pedagógico dos alunos.

“Queremos alimentar não só o corpo das crianças, mas também a mente delas. E a metodologia com a horta é muito boa, porque é um laboratório vivo na escola. A criança tem a oportunidade de sair da sala de aula, de se movimentar, de trabalhar e de observar o que acontece com a natureza e como a sua alimentação é produzida”, disse Tubino.

No município de Formosa (GO), onde o projeto foi implementado há dois anos, cerca de 13 mil alunos são capacitados. Segundo a secretária municipal de Educação, Ione Antonini, a importância do projeto está na interação do cultivo da horta com as disciplinas da grade curricular.

“Esse projeto abrange vários conteúdos. Os canteiros, por exemplo, são em formas geométricas, dessa forma os alunos trabalham com a matemática enquanto plantam. As bordas dos canteiros são feitas de garrafas descartáveis, o que possibilita aos alunos trabalhar com a reciclagem e a preservação ambiental como um todo. E o que é produzido nas hortas é consumido pelos alunos, então eles acabam aprendendo quais são as vitaminas que estão ingerindo”, afirmou a secretária.

De acordo com o presidente do FNDE, Daniel Balaban, o sucesso do projeto depende do interesse dos dirigentes de educação nos municípios. “Esse projeto só dá certo se o prefeito e o secretário de Educação do município participarem de corpo e alma para o seu desenvolvimento”.

A assinatura dos termos ocorreu durante a abertura do 2º Encontro Nacional do Projeto Educando com a Horta Escolar que será realizado até sexta-feira com palestras e debates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também