Skip to content

Medicamentos estão garantidos até 2010

Blog

Medicamentos estão garantidos até 2010

A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Coordenação de Farmácia e Bioquímica, já realizou a licitação de medicamentos para abastecer o município, assegurando o tratamento gratuito da população na rede pública até janeiro de 2010. O processo foi viabilizado através de adesão em atas de registro de preços nacionais.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Lins, ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Maceió para a comunidade. “Sabemos do esforço que o prefeito Cícero Almeida vem desencadeando ao longo de sua gestão para oferecer o melhor para as famílias. Em se tratando de assistência à saúde, é de caráter primordial o trabalho que estamos realizando para oferecermos o que temos de melhor para nossa população”, lembrou Lins.

O programa Remédio e Saúde Para Todos tem como objetivo ampliar o acesso aos medicamentos de atenção básica com base na Relação Nacional de Medicamentos (Rename/2007), disponibilizando os itens necessários para o combate e prevenção das principais doenças que acometem a população de Maceió. Vale salientar que foram acrescentados à lista cerca de 20 novos medicamentos, dentre eles: omeprazol 20mg (tratamento de gastrite e úlcera), permetrina 5% (escabiose), atenolol 50mg (hipertensos), entre outros.

De acordo com Eli Carlos Machado, coordenador de Farmácia e Bioquímica do município, a SMS fechou a aquisição dos medicamentos em março de 2009 e tem como objetivo não deixar faltar medicação para a comunidade de Maceió.

“Além de atender bem à população, a Prefeitura tem uma grande vantagem com a economia obtida, que terá como resultado o investimento em outros programas que irão beneficiar a população”, afirmou Eli Carlos.

Ainda segundo ele, ganha-se também em relação à qualidade da aquisição dos produtos, “uma vez que estamos conseguindo comprar medicamentos pelo valor abaixo do que se pagaria no mercado”, informou. Ele ressalta que os quantitativos que vêm sendo adquiridos são suficientes para garantir o abastecimento das unidades básicas de saúde, uma vez que a compra é realizada pelo processo de ata de registro de preços nacionais que garante em média 40% de economia e agilidade na tramitação do processo.

“O mais importante é que, nesse momento, a rede pública de saúde do município está abastecida com medicamentos até janeiro”, informou Eli Carlos. Os medicamentos para diabetes e hipertensão são encontrados em todas as unidades de saúde de Maceió. Os pacientes com H Pilory, glaucoma, toxoplasmosse, doenças pulmonares obstrutivas crônicas, encontram a medicação no PAM Salgadinho.

Para os pacientes de saúde mental os medicamentos estão disponíveis nas unidades de saúde PAM Bebedouro; Oswaldo Brandão Vilela (Ponta da Terra); Pitanguinha; Roland Simon (Ponta Grossa); João Paulo II (Jacintinho); José Araújo (Jacintinho); Djalma Loureiro (Clima Bom); e Hamilton Falcão (Benedito Bentes).

A população de Maceió deverá perguntar ao seu médico em qual unidade de saúde poderá buscar seu remédio, já que os medicamentos estão distribuídos nas unidades de acordo com o tipo de serviço prestado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também