Skip to content

Maio Laranja leva ações de combate e conscientização ao abuso sexual de crianças e adolescentes

  • Home
  • Maceió
  • Maio Laranja leva ações de combate e conscientização ao abuso sexual de crianças e adolescentes

Blog

Maio Laranja leva ações de combate e conscientização ao abuso sexual de crianças e adolescentes

Na manhã desta quarta-feira (15), o Maceió Shopping foi palco de mais uma ação do Maio Laranja, que tem como objetivo combater e conscientizar a população sobre o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. O evento iniciou no dia 13 de Maio e segue até a próxima sexta-feira (17) com uma programação especial.

São desenvolvidas diversas atividades como palestras, apresentações culturais e intervenções no trânsito. A campanha deste ano possui o tema: “Acolher, Ouvir e Denunciar”. Segundo a subsecretária da Primeira Infância, Taciana Flores, a iniciativa tem o poder de educar e alertar sobre a importância da temática para públicos diversos.

“É uma oportunidade maravilhosa para levarmos esse assunto de grande relevância para tantas pessoas. Sabemos do alto fluxo de consumidores no Maceió Shopping e podemos dar voz e conscientizá-los sobre como alertar, identificar e combater a exploração e o abuso sexual. Estamos com uma programação muito especial, até o fim dessa semana, para levar a todos os maceioenses”, explicou.

A abertura do evento reuniu diversas pessoas no estande do Maio Laranja, coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Primeira Infância e Segurança Alimentar (Semdes).

O início da programação contou com a participação da Banda da Guarda Municipal de Maceió, levando muita música e cultura nordestina para os espectadores.

Apresentação musical da Banda da Guarda Municipal de Maceió. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió
Apresentação musical da Banda da Guarda Municipal de Maceió. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió

Nesta quarta-feira (15), os palestrantes Luciano Amorim, coordenador de Educação e Direitos Humanos da Semed, junto à Rita Ippólito, pedagoga e especialista em Educação Infantil, falaram do aplicativo “Aprender a Proteger”, desenvolvido para a formação dos profissionais de educação. Segundo Rita, um dos maiores problemas a ser combatido é o silêncio.

“Trabalho há 30 anos nessa área e pude observar que uma das maiores problemáticas quando se trata de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes é o silêncio. O silêncio denota a violência, o sofrimento, a mudança de comportamento, evasão escolar e entre diversas características. O nosso objetivo é quebrar isso e ajudar as pessoas de como identificar esses casos e combatê-los de forma eficaz e este espaço é muito importante para isso”, destacou.

Além disso, crianças do coral infantil do Lar São Domingos e da Instituição O Consolador protagonizaram as apresentações culturais desta quarta-feira, encerrando com uma dinâmica com as crianças da Instituição A Família dos Anjos.

Por Secom – Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também