Skip to content

Ligue 180: conheça a rede de apoio às mulheres

Blog

Ligue 180: conheça a rede de apoio às mulheres

Com a proximidade do Dia das Mulheres, em 8 de março, é importante lembrar que a população feminina conta com uma rede de apoio do Governo Federal chamada Ligue 180. Gerenciado pelo Ministério da Mulher, o conjunto de serviços oferece vários canais de atendimento para elas. Além de fazer denúncias de violações de direitos e de situação de violência, é possível ser encaminhada para receber apoio em locais como delegacias especializadas, abrigos e Casas da Mulher Brasileira. Outra funcionalidade é a possibilidade de ter acesso ao painel online que mapeia todas as unidades do Brasil onde é possível pedir ajudar.

Confira abaixo detalhadamente essa rede de serviços:

Telefone Ligue 180 – Funciona gratuitamente 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. É possível fazer a ligação de qualquer lugar do Brasil. Somente no ano passado, o serviço recebeu o total de 568,6 mil chamadas, o que representa um aumento de 25,8% nos atendimentos, em comparação com 2022.

Do total de denúncias, 92% continham relatos ameaças à integridade psíquica, física, patrimonial ou negligência. Em segundo lugar, com menos 6% das denúncias, estava o impedimento de as mulheres usufruírem de sua liberdade – individual, sexual, de crença, laboral ou de expressão.

Já o volume de denúncias de violências contra mulheres foi 23% maior que as do ano anterior, passando de 87,7 mil para 114,6 mil. O aumento das denúncias indica maior conhecimento sobre canal e mais confiança no atendimento humanizado do Ligue 180.

Whatsapp – Desde abril de 2023, o Ligue 180 também passou a ter um canal de atendimento exclusivo no Whatsapp pelo número (61) 9610 – 0180. Até dezembro de 2023, foram recebidas mais de 6,5 mil mensagens com pedidos de informações ou apresentação de denúncias.

Painel Ligue 180 – Pelo site gov.br/mulheres/ligue180 é possível encontrar mais de 2.500 mil pontos de atendimento às mulheres espalhados por todo o Brasil. “É muito importante que a sociedade se envolva nessa luta contra uma epidemia de violência contra as mulheres, que todos denunciem e se posicionem. O painel do Ligue 180 é para que a mulher saiba quais são os serviços disponíveis na região onde ela mora e saiba onde buscar ajuda. Se você conhece algum serviço do seu município e não o localizou no painel, nos avise para que ele possa ser acrescentado. O painel estará em constante atualização”, lembra a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves.

– Delegacias Especializadas e Núcleos ou Postos de Atendimento à Mulher em Delegacias Gerais.
– Núcleos da Mulher nas Defensorias Públicas; Promotorias Especializadas e Núcleos de Gênero nos Ministérios Públicos.
– Juizados e Varas Especializadas em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.
– Centros de Referência e de Atendimento à Mulher.
– Casas Abrigo.
– Casas de Acolhimento Provisório.
– Casas-de-Passagem.
– Serviços de Saúde a Pessoas em situação de violência sexual.
– Casa da Mulher Brasileira.
– Patrulhas Maria da Penha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também