Skip to content

Laboratório da MNSL faz exames que auxiliam no prognóstico e qualidade de vida das mães e dos bebês prematuros

  • Home
  • Sergipe
  • Laboratório da MNSL faz exames que auxiliam no prognóstico e qualidade de vida das mães e dos bebês prematuros

Blog

Laboratório da MNSL faz exames que auxiliam no prognóstico e qualidade de vida das mães e dos bebês prematuros

A gestante e o bebê de alto risco recebem toda a atenção e cuidados necessários na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), desde a admissão na unidade, passando pelo parto e após a alta hospitalar. Mãe e filho são avaliados de diversas formas e por diversos profissionais. Um setor que contribui para essa avaliação precisa é o laboratório. Durante 2023, foram realizados mais de 180 mil exames laboratoriais na maternidade.

O laboratório da MNSL conta com nove biomédicos qualificados, especialistas e mestres em diversas áreas, desde análises clínicas, hematologia, ciências da saúde, gestão e outras. “Trabalhamos para oferecer o melhor atendimento aos pacientes, ao mesmo tempo em que contribuímos para a formação de novos colegas de profissão por meio dos estágios supervisionados ofertados na unidade”, explicou o biomédico e gerente do Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT), Márcio Porto.

A dona de casa Jane Kelly de Jesus, de Itabaianinha, no sul do estado, é mãe de Maitê, que nasceu em 30 de novembro e teve alta hospitalar no último dia 20 de dezembro. A mãe ressaltou a importância da realização dos exames na maternidade e do cuidado geral com a saúde dela e da filha. “Antes do parto, eu passei três semanas sendo cuidada na Ala Rosa e fiz vários exames. Depois do parto, a minha filhinha, que nasceu com 1.616 gramas, passou cinco dias na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin), depois ficou comigo na Ala Verde, do Método Canguru. Em todos esses locais, foram feitos exames para avaliar a melhora da minha filha a cada dia. Isso foi muito importante para ter o acompanhamento e nós sairmos bem. Agradeço demais a todos pelo cuidado. Hoje voltei para fazer avaliação nela. Achei a maternidade excelente, pois tive atenção completa desde o final da minha gravidez até agora”, elogiou.

Aprimoramento

De acordo com a referência técnica do laboratório da MNSL, a biomédica Daniela Rodrigues, por ser uma unidade referência em partos de alto risco, a maternidade recebe gestantes com as mais diversas necessidades em saúde materna. Para aprimorar os diagnósticos e monitoramentos, a MNSL dispõe, além de uma equipe qualificada, de equipamentos de alta precisão e de convênios, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), com laboratório terceirizado, como também outros laboratórios da rede estadual, como o do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), o Laboratório Central (Lacen) e o do Hospital Universitário (HU).

“Isso tudo para expandir o alcance de demandas especializadas, como as mais diversas sorologias, dosagens hormonais, análise genética e a triagem neonatal, imprescindível no diagnóstico precoce de doenças graves, a fim de promover melhor prognóstico e qualidade de vida aos nossos pacientes”, explicou. Segundo Daniela, o trabalho em equipe desenvolvido no laboratório é extremamente importante em cada fase da assistência aos pacientes. “Profissionais biomédicos, juntamente com os técnicos e toda a equipe de apoio, têm papel fundamental em todo o processo”, enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também