Skip to content

IML de Maceió exuma corpos para liberação de vagas em cemitério da capital

  • Home
  • Maceió
  • IML de Maceió exuma corpos para liberação de vagas em cemitério da capital

Blog

IML de Maceió exuma corpos para liberação de vagas em cemitério da capital

Oito ossadas de corpos sepultados pelo IML e outros três ossadas da comunidade foram exumados ( Foto: Polícia Científica)

O Instituto Médico Legal Estácio de Lima realizou, nesta terça-feira (27), uma força tarefa para exumações no Cemitério Divina Pastora, no bairro de Fernão Velho, em Maceió. O trabalho busca liberar vagas para novos sepultamentos no cemitério municipal.

Os exames de exumação foram coordenados pelo perito médico legista Eduardo Nisiyama e pelo perito odontolegista João Alfredo. No total, oito ossadas de corpos sepultados pelo IML e outros três ossadas da comunidade foram exumados,  catalogadas, fotografadas, identificadas, colocadas em sacos fúnebres e em seguida transferidas para o ossuário do cemitério, abrindo novas vagas para sepultamentos que serão ainda agendados.

Eduardo Nisiyama, que também é chefe de perícias em mortos, explicou que o trabalho de exumação serviu também para mostrar as condições e a realidade do Cemitério Divina Pastora à Defensoria Pública e à direção da Polícia Científica. Ele disse que foi proposto e discutido um planejamento para construção de sepulturas verticais com gavetas, que seriam destinadas aos cadáveres não identificados ou não reclamados que se acumulam no IML.

“Esta seria a melhor maneira de organizar e economizar espaço, com a vantagem de contaminar menos o solo. Para isso, realizamos hoje, e daremos prosseguimento com a realização das exumações administrativas, que visam realocar cadáveres esqueletizados nos ossuários, liberando local para construção deste cemitério vertical,” afirmou o perito médico legista.

Desde do início do ano, o IML da capital tem se mobilizado para resolver o problema de acúmulo de corpos não reclamados. Em março foram realizados 10 sepultamentos em um cemitério de Colônia Leopoldina e outros seis no Cemitério São Luiz, em Maceió. Neste mês, dez corpos foram sepultados em União dos Palmares.

Acompanharam as exumações o defensor público, Lucas Valença, e o perito geral adjunto da Polícia Científica, Welington Melo. Um representante da Autarquia de Desenvolvimento Sustentável e Limpeza Urbana (Alurb), responsável pelos cemitérios da capital, também acompanhou o trabalho e exumações.

 

Fonte: Polícia Científica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também