Skip to content

Corinthians segura Inter em jogo nervoso e leva tri

  • Home
  • Esporte
  • Corinthians segura Inter em jogo nervoso e leva tri

Blog

Corinthians segura Inter em jogo nervoso e leva tri

Diante da massa colorada que mais uma vez lotou o Beira-Rio na espera pelo título da Copa do Brasil, o Corinthians novamente não se abalou com o clima de otimismo do rival, segurou um empate por 2 a 2 na noite desta quarta-feira e confirmou a sua terceira conquista do torneio nacional. Como já havia vencido por 2 a 0 na última semana, no Pacaembu, o time alvinegro festejou com folga seu segundo troféu no semestre, em partida marcada por tumultos e confusões entre os atletas no gramado.

Vencedor também nas edições de 1995 e 2002, o time do Parque São Jorge leva o segundo mais importante troféu do País um ano depois da decepção vivida no Recife. Na decisão da temporada passada, a equipe também abriu dois gols de vantagem na partida de ida, em São Paulo, mas foi derrotada pelo Sport e amargou o vice campeonato. De quebra, o Corinthians coloca o Estado com seis conquistas e quatro tropeços em finais, assim como o Rio Grande do Sul, que antes liderava de forma isolada.

Além de voltar a comemorar um título nacional de primeira divisão, fato que não acontecia desde 2005, o torcedor corintiano verá o time disputar a Libertadores da América no ano que vem, quando estará em meio às festas do centenário de sua fundação. A competição, aliás, é tratada como grande sonho do clube, já que nunca faturou a competição em participações anteriores.

O clima de otimismo colorado aumentou logo nos primeiros lances de bola rolando, quando o Internacional mostrou mais domínio e chegou a assustar o corintiano Felipe. No entanto, em um dos contra-ataques, a equipe paulista calou o Beira-Rio e ficou ainda mais próxima do troféu. Aos 19min, em descida pela esquerda, André Santos cruzou e encontrou Jorge Henrique livre, para subir e escorar de cabeça para as redes do time mandante.

Agora com três gols de desvantagem, o Internacional sentiu o golpe e viu o crescimento do rival, que passou a tocar a bola e administrar a vantagem. Assim, aos 27min, a pequena parte alvinegra do estádio voltou a fazer festa aos 27min, quando André Santos iniciou jogada no meio campo, voltou a ser acionado por Ronaldo e bateu forte para vencer Lauro pela segunda vez na noite e esfriar de vez a euforia colorada.

Nos últimos 45 minutos, a entrada de Alecsandro no lugar de Glaydson incendiou a partida e recolocou os mandantes no duelo. Aos 24min, o atacante aproveitou falha de André Santos e tocou por cima do goleiro Felipe. E apenas cinco minutos mais tarde, o mesmo jogador subiu mais que a zaga corintiana e, de cabeça, empatou a partida no Beira-Rio para delírio dos fãs que cantavam na arquibancada.

No entanto, a reação colorada foi freada logo em seguida, com uma grande confusão no gramado. Revoltados com a demora de Cristian para sair do gramado, ao ser substituído, os jogadores do Internacional foram para cima do volante e acabaram perdendo o argentino D’Alessandro, expulso por tentar iniciar uma briga com os corintianos. Em seguida, Elias também recebeu o cartão vermelho por parar um contra-ataque adversário, mas já não havia mais tempo para mudar o resultado em Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também