Skip to content

Chacina em Arapiraca: Em 24 horas, Polícia Civil prende suspeitos de praticar homicídios

  • Home
  • Policial
  • Chacina em Arapiraca: Em 24 horas, Polícia Civil prende suspeitos de praticar homicídios

Blog

Chacina em Arapiraca: Em 24 horas, Polícia Civil prende suspeitos de praticar homicídios

Polícia localizou o paradeiro dos corpos por meio de uma denúncia anônima no 181

A Polícia Civil de Alagoas vem investigando a chacina que ocorreu na cidade de Arapiraca, onde quatro pessoas foram brutalmente assassinadas e tiveram seus corpos descartados em uma cacimba.

O crime ocorreu no Sítio Laranjal e vitimou dois adolescentes de 15 e 17 anos, além de outros dois adultos de 20 anos.

Desde a noite de sábado (13), as vítimas estavam desaparecidas, até que a polícia localizou o paradeiro dos corpos, por meio de uma denúncia anônima no 181, dando início a uma extensa ação de investigação e posterior prisões, em 24 horas, de três envolvidos no caso.

Na última sexta-feira (19), um empresário de 38 anos foi preso, em Arapiraca (AL).

No sábado (20), outras duas pessoas ligadas ao caso foram detidas na cidade de Nossa Senhora da Glória, no estado de Sergipe. Ao serem ouvidos pela Polícia Civil de Alagoas, eles afirmaram terem sido forçados a realizar o descarte dos corpos.

Um dos presos é sobrinho do empresário detido inicialmente. Após participação no crime, eles conseguiram fugir para Sergipe, onde se esconderam até serem capturados pela Polícia Civil de Alagoas, em parceria com a Polícia Civil de Sergipe.

A investigação foi coordenada pelo delegado Flávio Saraiva, secretário de Segurança Pública, e pelo delegado-geral Gustavo Xavier, acompanhado do delegado-geral adjunto Eduardo Mero e do diretor do DPJ 1, delegado Daniel Mayer, juntamente com o delegado Edberg Sobral, titular da 4a Delegacia Regional de Arapiraca.

As prisões dos dois outros envolvidos foram realizadas pelo Núcleo de Investigação Especial (NIESP), da Delegacia Geral da PC de Alagoas, que é coordenado pelo delegado Sidney Tenório, com o apoio da equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), sob o comando do delegado João Elói, da PC de Sergipe.

Agora, as investigações acerca do caso se concentram com a equipe da Delegacia Regional de Arapiraca , sob comando do delegado Edberg Oliveira.

Por Ascom/PC-AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também