Skip to content

Capital alagoana ganhará hospital materno-infantil

  • Home
  • Maceió
  • Capital alagoana ganhará hospital materno-infantil

Blog

Capital alagoana ganhará hospital materno-infantil

O governo do Estado pretende construir um hospital materno-infantil de referência para o Sistema Único de Saúde (SUS), em prédio vizinho à Maternidade Escola Santa Mônica. O plano diretor com o projeto arquitetônico do hospital e de um estudo para reforma da maternidade será realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e apresentado ao governador Teotonio Vilela Filho.

O assunto foi discutido nesta quarta-feira (19), durante reunião entre o secretário da Saúde, Herbert Motta; reitor da Uncisal, André Falcão; gerente geral da Maternidade Santa Mônica, José Carlos Silver; técnicos da Sesau e profissionais que atuam na unidade.

“A estruturação da área física da Santa Mônica é nossa prioridade porque os serviços prestados pela maternidade são de qualidade e de referência para a atenção materno-infantil de alto risco. Com a construção do hospital, todas as cirurgias pediátricas de alta complexidade poderão ser referenciadas para uma mesma unidade, beneficiando toda a população alagoana”, explicou Herbert Motta, acrescentando que o apoio do secretário da Infraestrutura, Marco Fireman, será imprescindível no processo de licitação da obra.

Ele informou que a Sesau vai firmar uma contratualização com a Uncisal com o objetivo de apoiar financeiramente a Santa Mônica e os hospitais Escola Portugal Ramalho e Hélvio Auto. “O incentivo será baseado no cumprimento de metas qualitativas e quantitativas dos serviços prestados à população. O planejamento de metas deve ser atrelado a um plano de desenvolvimento que garantirá mais resolutividade nos serviços”, disse.

O imóvel onde será construído o novo hospital já foi decretado como área de utilidade pública para efeito de desapropriação. “O processo de desapropriação está em fase final e em breve teremos a conquista de um grande sonho dos servidores que trabalham na Maternidade Santa Mônica. As unidades geridas pela Uncisal ainda estão buscando um modelo eficiente de gestão a ser adotado, mas a Santa Mônica é uma maternidade integrada à rede de saúde e exerce seu papel com muita competência e qualidade”, salientou o reitor da Uncisal, André Falcão.

Para ele, o momento é de nova oportunidade para discutir e efetivar os projetos de melhoria dos serviços. “O apoio do secretário Herbert Motta tem sido fundamental para avançarmos na assistência materna e pediátrica. Nosso trabalho rendeu elogios da equipe do Hospital Samaritano, que é referência para o Ministério da Saúde em atendimento de excelência”, destacou.

O gerente geral da Santa Mônica, José Carlos Silver, explicou que existe um estudo preliminar para a construção do hospital, mas precisará ser revisto pelos engenheiros e arquitetos do Estado. “Nossa maior solicitação sempre foi que o hospital ficasse localizado no bairro Poço porque, historicamente, a população do interior e da Capital está habituada com o bairro”, lembrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também