Skip to content

Braskem: “plástico verde” em larga escala

Blog

Braskem: “plástico verde” em larga escala

Aprimeira fábrica do mundo que produzirá plástico a partir de etanol, o chamado polietileno verde, teve sua pedra fundamental inaugurada na tarde de ontem, no Polo Petroquímico de Triunfo, no Rio Grande do Sul. A unidade, que será a primeira a produzir o produto em escala industrial, é da Braskem e demandou investimentos de R$ 500 milhões.

Diferentemente do plástico convencional, que demora mais de 200 anos para se decompor no MEIO AMBIENTE, o polietileno verde é totalmente biodegradável e, segundo a empresa, se decompõe em um ano. A nova planta terá capacidade de produção de 200 mil toneladas ao ano de eteno e polietileno a partir da cana-de-açúcar.

A fábrica será instalada ao lado da Planta 2 da Unidade de Petroquímicos Básicos da Braskem, e tem previsão de início das operações para 2011. A estimativa da Braskem é que sejam gerados 1.500 empregos diretos e indiretos com o empreendimento.

Inicialmente, a cana-de-açúcar utilizada na produção do polietileno verde será proveniente de São Paulo, mas o projeto estimulará a exploração da cultura sucroalcooleira no Rio Grande do Sul. O polietileno biodegradável será produzido a partir de uma resina sintetizada do etanol e permitirá a fabricação de tanques de combustível para veículos, filmes para fraldas descartáveis e recipientes para diversos produtos como iogurtes, leite, xampu e detergentes.

A empresa acredita que a produção do plástico a partir do álcool não vai provocar impacto negativo na produção de açúcar ou de combustível do País. A planta demandará o uso inicial de 400 milhões de litros de álcool.

PROTESTO. Antes de inauguração da nova planta industrial da Braskem, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Petroquímicas de Triunfo realizou protesto na BR-386, estrada que dá acesso ao polo petroquímico, contra demissões na indústria. Segundo o sindicato, foram demitidos 360 funcionários, dos quais aproximadamente 300 na Braskem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também