Skip to content

Zico: Pela primeira vez, uma nódoa na sua vida/carreira?

  • Home
  • Blogs
  • Zico: Pela primeira vez, uma nódoa na sua vida/carreira?

Blog

Zico: Pela primeira vez, uma nódoa na sua vida/carreira?

Os últimos tristes episódios que aconteceram no Flamengo e que culminaram com a saída de Zico da função de diretor de futebol, está sendo bastante comentada por toda a mídia esportiva do país e até mesmo do exterior.

Jogador nascido e criado no clube da Gávea, o “Galinho” é, merecidamente, considerado o maior ídolo do rubro-negro carioca. Não só pelas inúmeras conquistas que obteve vestindo aquela camisa durante a fase mais vitoriosa do clube, mas também pela sua honradez de caráter e profissionalismo, fatores demonstrados ao longo de toda a sua carreira de jogador profissional.

Após encerrar a carreira de jogador, Zico enveredou pela de técnico, quando comandou a Seleção do Japão durante o Mundial de 2006, que foi disputado na Alemanha e posteriormente, assumindo esse mesmo cargo no Fenerbache, da Turquia. Recentemente, ele foi convidado e assumiu o cargo de diretor do clube do seu coração, motivo esse de muita alegra para todos os torcedores rubro-negros.

O problema, segundo alguns comentaristas, é que antes dele aceitar essa proposta, o mesmo já havia firmado uma parceria entre o CFZ, clube de sua propriedade e o Flamengo. Por conta disso, jogadores das divisões inferiores do seu time, seriam aproveitado na Gávea. Como, nos últimos dias, um grande número de jogadores, oriundos do time do ídolo aportou na Gávea, instalou-se um clima de desconforto e desconfiança entre o dirigente e o presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, o senhor Leonardo Ribeiro, mais conhecido como Capitão Léo, pois assim ele era conhecido quando chefiava a Torcida Jovem da equipe carioca. Insatisfeito, Léo começou a pressionar Zico para que isso não mais acontecesse no clube.

Por outro lado, Zico afirma que essa pressão vem acontecendo desde a sua chegada na Gávea e que todos conhecem o seu caráter e a sua dignidade, não aceitando de maneira alguma, esse tipo de comportamento e por conta disso e sem querer, pediu a demissão, para tristeza da enorme massa rubro-negra.

A pergunta que fica no ar é a seguinte: Quem está com a razão e quem está falando a verdade? Sem querer ser o dono da verdade, tenho que acreditar na longa e vitoriosa história do ex-jogador, que sempre deu mostras de ser um homem com H (H maiúsculo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também