Skip to content

Teatro da Poesia retrata histórias sobre perdas e acolhimento em novo espetáculo

  • Home
  • Blogs
  • Teatro da Poesia retrata histórias sobre perdas e acolhimento em novo espetáculo

Blog

Teatro da Poesia retrata histórias sobre perdas e acolhimento em novo espetáculo

Ensaio Sobre Abraço será apresentado nesta terça-feira, 14, no Teatro Deodoro (Foto: Jadir Pereira)

“Este processo está sendo muito diferente. Não é um espetáculo comum porque há uma variedade de personagens e parece que a cada ensaio descubro algo novo”, contou Camila Moranelo, produtora e atriz convidada do novo espetáculo “Ensaio Sobre o Abraço” da companhia Teatro da Poesia, que será apresentado gratuitamente na próxima terça-feira (14), às 20h30, no Teatro Deodoro, em Maceió.

*Acompanhe o trabalho do grupo no Instagram @teatrodapoesia*

A pré-estreia da peça marca a volta do grupo, que estava parado durante a pandemia, como também a comemoração do Dia do Teatro Alagoano e o aniversário de nove anos da companhia. Os ingressos serão liberados nesta quarta (8), a partir das 15h no Sympla, por meio do link que será disponibilizado na bio do Instagram @teatrodeodoro.

Dirigido por Jadir Pereira, ‘Ensaio Sobre o Abraço’ conta uma história de afeto e pretende trazer aos palcos uma reflexão poética com base nas experiências do elenco. A peça também envolve metateatro, a dança e a poesia, em uma linguagem que dialoga com as perdas no período pandêmico, e a memória afetiva do abraço entre os atores e a plateia.

Além de Camila, fazem parte do espetáculo os atores John Fortunato, Jamerson Soares e Louryne Simões. Para Moranelo, é uma imensa felicidade e um privilégio construir material junto com a companhia para o espetáculo, além de participar de uma comemoração tão significativa.

“Fico feliz e lisonjeada de estar participando de um momento como este. É uma honra muito grande. Na pandemia demos uma estacionada, revisitamos coisas da nossa vivência enquanto artista, e a gente voltando para apresentar na semana do teatro é grandioso. O espetáculo é uma renovação no teatro alagoano, é outra forma de fazer arte. Me sinto sortuda”, afirmou a atriz.

*O processo*

Segundo especialistas, a duração de um abraço é de três segundos. Quando esse abraço dura 20 segundos, começam a surtir efeitos terapêuticos no corpo e na mente, e de sensações como o bem-estar, acolhimento e alegria. No processo criativo para compor o espetáculo “Ensaio Sobre o Abraço”, o processo do abraço durou mais de um ano, por ser um gesto plural e múltiplo de significados.

Foram utilizados fragmentos de memórias do elenco como também de familiares e artistas para a construção de personagens, de situações, contextos históricos e socioculturais. Tudo isso somado à pesquisa de repertório com músicas, poemas, filmes, fotografia, documentários, arquivos e contos mitológicos sobre o abraço e o que ele carrega. Houve também dinâmicas e jogos teatrais, contação de histórias, e utilização de técnicas para composição de cenas e a dramaturgia.

O diretor da peça e cofundador da Cia Teatro da Poesia, Jadir Pereira, contou que algumas das principais bases do espetáculo são o Mito do Andrógino e a situação do ator sem o teatro e o público durante a pandemia.

“Esse mito se aproxima à sensação do que é estar longe do teatro e o período em que ficamos sem a conexão com o público, bem como à gravidade que existe no abraço. O abraço como um afeto e também o não-abraço: é uma temática que vai nesses extremos”, disse Jadir.

Ele também contou que se sente agradecido e conectado a uma ancestralidade alagoana, já que a peça será apresentada justamente no Dia do Teatro Alagoano. “Parece que ali no teatro estou junto com fantasmas atores e atrizes, técnicos antigos. Vejo muito esse caminho de continuidade: o teatro tem nova companhias e, entre elas, está o grupo Teatro da Poesia, que também é resultado daqueles que fizeram muito por essa arte no Estado. Será um momento de comungar e devolver à sociedade alagoana um pouco do que estamos fazendo”, concluiu.

*Sobre o grupo*

O Teatro da Poesia é uma companhia alagoana que surgiu em 2015, a partir das investigações dos artistas Louryne Simões e Jadir Pereira, agregando, posteriormente, os atores John Fortunato e Jamerson Soares. O grupo trabalha com dramaturgia autoral construída através de dinâmicas teatrais e do cruzamento de outras linguagens artísticas como fotografia, cinema, música e literatura.

A companhia já recebeu a premiação Eric Vieira, da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult-AL), como também participou de festivais alagoanos e nacionais, entre eles o Festival de Artes Cênicas de Alagoas (Festal) e o Cenas do Nordeste (2021). Também fez parte de mostras, como a Mostra Sesc das Artes, com apresentações em Maceió e Arapiraca e Aldeia Sesc Arapiraca.

O grupo estreou com a apresentação do espetáculo “A Memória da Flor” (2016). A partir daí, a Cia veio se destacando com outros projetos, como as peças “Histórias do Sol Nascente” (2016), “Os Que Vêm de Longe” (2018), e o Ciclo de Oficinas “Ato” (2021).

*SERVIÇO*

Pré-estreia da peça “Ensaio Sobre o Abraço”, da Cia Teatro da Poesia, na semana do Teatro Alagoano

DATA: 14 de maio
HORÁRIO: 20h30
LOCAL: Teatro Deodoro (Centro)
INGRESSOS: ENTRADA GRATUITA. Ingressos disponíveis nesta quarta (8), a partir das 15h, no Sympla.

Para mais informações: (82) 99615-6528 (Dinho) | 99906-1610 (Mari) | 99982-9628 (Jamerson)

 

Fonte: Jamerson Soares/Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também