Skip to content

Porque os gestores pouco investem nos esportes amadores

  • Home
  • Blogs
  • Porque os gestores pouco investem nos esportes amadores

Blog

Porque os gestores pouco investem nos esportes amadores

Prezados internautas. Ao analisarmos o “estado de coma”, pelo qual passa o esporte amador no “Principado de Penedo”, alguns questionamentos precisam vir à tona, para que as futuras gerações de penedenses possam desfrutar de uma melhor qualidade de vida, vivendo numa cidade pacata e ordeira, coisa que a nossa secular e histórica urbe, deixou de ser, à muito tempo, infelizmente.

Pior do que constatar essa vergonhosa verdade, é termos ciência que a relação custo-benefício no esporte amador é, significativamente maior do que aquela que existe no futebol profissional e que, na nossa Penedo e em inúeros municípios brasileiros, os “gestores maiores” ainda não acordaram para esse fato real, concreto e verdadeiro. Por conta da irresponsabilidade de muitos alcaides, nossos jovens ficam à mercê das mais diversas tentações do mundo cão em que estamos vivendo.

Não quero estabelecer comparações, mas acho que um gestor, que tenha os olhos abertos para os problemas que ora vivenciamos, se tiver que optar entre investir no desporto amador ou no profissional, a responsabilidade o impelirá a optar pelo primeiro. Em todos os aspectos, ao meu ver, a preferência tem que recair sobre os esportes amadores.

Primeiro, que é muito mais barato faze-lo, do que repassar “rios” de dinheiro ao Penedense, para que o mesmo fique em atividade por apenas três meses no ano.

Segundo, que o retorno, em todos os sentidos, será muito maior quando se investir nos jovens da nossa cidade e região.

Num primeiro momento, as pessoas podem até ficar chateadas com um não repasse ao nosso Penedense, nos moldes que vem sendo, rotineiramente, feito. Mas, à partir do momento que as atividades amadoras eclodirem nos quatro cantos da cidade, não tenho dúvida, que isso será esquecido.

Outro fato que precisa ser levado em consideração, é a motivação que a pratica desportiva, tão salutar para todos nós, estará provocando nos jovens penedenses. Competições entre associações, escolas, clubes e entidades do nosso município, despertarão na juventude, o amor pelo esporte, pela saúde e, principalmente, pela vida. Isso sem falar ou relembrar, que o custo será sempre, infinitamente inferior ao do futebol profissional.

Até mesmo do lado político, os dividendos aparecerão para aqueles gestores que tiverem um pouco mais de percepção e investirem naqueles jovens, que farão o Penedo do amanhã.

Para finalizar, digo que, se a Prefeitura Municipal de Penedo tiver condições de custear ambas as categorias, ótimo. Como sabemos das dificuldades financeiras que vem assolando a nossa cidade nos últimos meses, com certeza, o caminho mais lógico, racional e correto, é que se priorize o que seja mais interessante para a nossa sociedade e não para, apenas, alguns desportistas. Como, se botarmos numa balança, não tenho dúvida, grito, clamo e brado nesse espaço: TIREM O DESPORTO AMADOR E A CIDADE DE PENEDO DA UTI!!!!! URGENTE!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também