Skip to content

Na prática, a teoria é outra!

Blog

Na prática, a teoria é outra!

Durante a última campanha eleitoral, o então candidato e atual prefeito de Penedo, elencou, como prioridades de sua plataforma de governo, a saúde e a educação.

Dois fatos embasaram os discursos que foram repetidamente citados nas reuniões políticas organizadas pelo comitê de campanha e nos palanques: a não instalação da UTI de Penedo e a nucleação de algumas escolas.

Na campanha, foi dito, exaustivamente, que a UTI não havia sido instalada por descaso do então prefeito do município, para não dizer das insinuações implícitas em cada palavra dita sobre o assunto, inclusive na tentativa infeliz de impedir que a imprensa falasse sobre fizesse qualquer referência de pauta durante o período eleitoral.

No caso da nucleação das escolas, pais inconformados e à época, esperançosos, foram seduzidos pela promessa de que as escolas nucleadas seriam reativadas e que seus filhos voltariam a estudar naquelas unidades.

Um ano e dois meses depois, os pais, agora apenas inconformados, de acordo com os pronunciamentos feitos através do rádio, aguardam que as promessas sejam cumpridas, mas sem a esperança de que sejam concretizadas, pois o segundo ano letivo da gestão atual já foi iniciado e, ao invés de rever a nucleação, conforme prometido, novas escolas estão sendo submetidas ao processo pela atual administração.

Já em relação à saúde, a lista dos 10 Efes publicada neste blog, cresceu. Precisa ser acrescida pela falta de anestésico nos postos para atendimento odontológico, a falta do Expresso da Saúde nas comunidades mais desassistidas, a falta da cadeira odontológica do posto da Vila Matias (a coitada posou só para a foto de inauguração!), a falta de técnico para consertar a cadeira odontológica do Raimundinho, quebrada há oito meses e a falta da instalação da UTI, que, cantada em verso, prosa e spots, desafinou.

Uma pergunta: os equipamentos da UTI, aqueles “emprestados” para consultórios particulares ainda na segunda gestão do governo anterior do atual governo, conforme consta em relatório de técnicos da Secretaria de Estado da Saúde, já foram reavidos?

Outras perguntas: como está o inquérito sobre a peça roubada do mamógrafo do Centro de Diagnóstico de Penedo?

Quem roubou?

Quem pagou a conta?

O fato foi denunciado pelo então Secretário de Saúde, Dr. Raimundo Souza, mas a polícia ainda não respondeu ou nós é que não sabemos?

E mais outra: na próxima campanha eleitoral, saúde e educação vão continuar no palanque?
Ou será que elas, a saúde e a educação, vão ficar passeando de ambulância?

Motorista é que não vai faltar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também