Skip to content

Jovens que Inspiram: A escrita que inspira Vidas

  • Home
  • Blogs
  • Jovens que Inspiram: A escrita que inspira Vidas

Blog

Jovens que Inspiram: A escrita que inspira Vidas

Se torna fácil reconhecer uma boa leitora, sabemos que a mesma terá um bom vocabulário, sendo esse o ponto mais forte na sua essência, mas o que falar de ser escritor (a)? Essa definição se torna ainda mais complexa, logo quando pensamos que para chegar a tal necessita de muito estudo e prática, entretanto, muitas pessoas nascem com seus dons, esses quais podem partir para tal, mesmo que sem muito conhecimento, como um diamante que precisa com o tempo e amadurecimento ser lapidado. Apresento a vocês uma jovem Penedense, escritora, leitora, estudiosa ao máximo, uma jovem a quem se deve inspirar. Seu nome é Maria Luiza Monteiro, aos 17 anos vive a grandiosa aventura de escrever seus contos, que logo viram encantos de um belo livro a se conhecer.

Essa paixão pela escrita não vem de agora, pois sua família conta que desde a gravidez de sua mãe que lhe gerou, a mamãe já lia pequenas histórias, essas que embalavam um amor contínuo, repleto de carinho materno. Essa prática se perdurou por seus primeiros anos de idade, seu crescimento logo se deu norteada de livros, quando se deu conta, já havia descoberto um mundo seu, mundo escondido nas páginas e linhas da literatura. Como é possível notar, podemos crescer com hábitos que nos alinham para um dom, esse que mesmo sem a ciência do conhecimento adquirido nas faculdades, pode se tornar o maior esplendor de uma vida. Para Maria Luiza logo surgiram suas histórias, traçadas em aventuras e descobrimentos, muitos levando sempre a serem eternizados na escrita, começando neste momento o amor pelo ato de escrever.

O mundo da literatura é extenso, sendo por ele criado mais lugares e sempre mais enredos, efetivando sempre a lúdica forma do pensar. Para a jovem Luiza navegar sob o horizonte das palavras nunca foi difícil, sempre se apresentou da melhor forma, solidificando a vontade de levar a outros esse conhecimento, e foi nesse pensamento que partiu a vontade de escrever seu primeiro livro, desde o lançamento do primeiro não parou. “ Ver alguém ler algo que eu tenha escrito e se emocionar, ficar feliz e ou se preocupar com os personagens, me dá sempre forças para continuar a escrever dia após dia”, afirma a escritora Maria Luiza Monteiro. Assim como em muitas histórias que trago, essa é mais uma que se deve obter um olhar singelo, pois tal verídica, consiste na aplicação de mais que um sonho, um dom que oferece compartilhar sentimentos de humanidade através da escrita. Parabéns Maria Luiza, que sua bela história seja sempre fonte de inspiração para muitos!

Instagram: @malumonteiroautora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também