Skip to content

Governo estuda mudanças nas regras de concursos públicos visando maior assertividade na seleção de funcionários

  • Home
  • Blogs
  • Governo estuda mudanças nas regras de concursos públicos visando maior assertividade na seleção de funcionários

Blog

Governo estuda mudanças nas regras de concursos públicos visando maior assertividade na seleção de funcionários

O governo brasileiro, sob a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, está analisando alterações nas regras dos concursos públicos, de acordo com informações obtidas pela Folha de S. Paulo. O objetivo é incorporar instrumentos adicionais de avaliação dos candidatos e permitir o uso de tecnologia nos processos seletivos, visando a seleção mais precisa e eficiente dos futuros servidores públicos.
A proposta prevê a inclusão de etapas de avaliação de habilidades, permitindo medir a aptidão intelectual ou física dos candidatos para a execução das atividades específicas do cargo. Isso pode incluir simulações de tarefas relacionadas às funções a serem desempenhadas.

Além disso, a avaliação de competências comportamentais seria realizada por meio de avaliações psicológicas, mensurando aspectos relevantes para o desempenho adequado do cargo pretendido. Essas mudanças, se aprovadas, poderiam fornecer mais segurança jurídica, melhorar o acesso dos candidatos e permitir ao governo selecionar funcionários com maior assertividade. Outra modificação proposta, já aprovada na Câmara dos Deputados por meio do Projeto de Lei (PL) nº 252/03, é a possibilidade de realização total ou parcial dos concursos públicos de forma on-line ou em plataformas eletrônicas. Essa medida gerou controvérsias e foi rejeitada por muitos leitores em votação no site do Estratégia.

No entanto, vale destacar que a previsão de realização de provas de concursos à distância não teria aplicabilidade imediata. Seria necessário aguardar a regulamentação do dispositivo proposto pelo Executivo Federal para que essas modalidades de seleção possam ser efetivamente implementadas. Segundo informações da Folha, a intenção é ampliar a discussão do projeto de lei já aprovado pela Câmara dos Deputados e que aguarda apreciação no Senado Federal. Caso aprovadas, as novas regras seriam válidas apenas para os concursos futuros, abrangendo a União, estados e municípios.

Além disso, o texto também consolida uma prática já adotada por algumas carreiras, que é a realização de cursos de formação como parte do processo seletivo, com o objetivo de capacitar os candidatos nas atividades específicas do órgão.
A proposta também autoriza o uso de ferramentas online ou plataformas eletrônicas para a realização total ou parcial dos concursos públicos. Detalhes específicos ainda dependem de regulamentação, mas requisitos mínimos seriam estabelecidos, como acesso individual seguro e em ambiente controlado, igualdade de acesso às ferramentas e dispositivos do ambiente virtual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também