Skip to content

Entenda como funciona a política de preços dos combustíveis praticados pela Petrobras

  • Home
  • Blogs
  • Entenda como funciona a política de preços dos combustíveis praticados pela Petrobras

Blog

Entenda como funciona a política de preços dos combustíveis praticados pela Petrobras

Entenda como funciona a política de preços dos combustíveis praticados pela Petrobras:

Paridade:

Desde 2016 (Governo Michael Temer), a Petrobras adota uma política de Preço de Paridade de Importação (PPI) para gasolina, diesel, querosene de avaliação e GLP (Gás Liquefeito de Petróleo – conhecido como gás de cozinha). O preço tem como base o custo do produto importando trazido ao país.

Cotação:

Com o PPI, o preço dos combustíveis no Brasil varia de acordo com a cotação internacional do petróleo e seus derivados principais mercados mundiais de negociação, nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Câmbio:

O preço dos combustíveis também é afetado pelo cálculo do câmbio, com base na cotação do dólar.

Frete:

Outros custos de importação que entram no PPI são os fretes, taxas movimentação, armazenamento e serviços associados.

Lucro:

A Petrobras reconhece que os maiores preços de venda foram em parte responsáveis pelo lucro liquido de R$ 106,7 bilhões da empresa em 2021. O desempenho foi 15 vezes maior do que o lucro liquido de 2020, de R$ 7,1 bilhões.

Projetos em tramitação na Câmara

A Câmara dos Deputados analisa 26 projetos que podem mudar as regras de composição de preços de combustíveis praticados pela Petrobras. Os projetos criam transparência nas regras de composição de preços, fixam preços com base nos custos internos de extração de refino no país, criam sistema de bandas de preços para limitar o aumento ou estabelecem reajustes temporais.

Outros custos:

De um preço média na bomba de gasolina a R$ 7,28 o litro, R$ 2,81 correspondem ao valor cobrado pela Petrobras, outros custos estão na edição de etanol , distribuição, revenda e impostos federais e estaduais.
ICMS – R$ 1,75
Distribuição e revenda R$ 0,98
Custo etanol R$ 1,05
Cide e Pis/Pasep e Cofins R$ 0,69
Realização Petrobras R$ 2,81

Evolução dos preços médio de revenda da gasolina

2004 – R$ 1,97
2005 – R$ 2,30
2006 – R$ 2,59
2007 – R$ 2,53
2008 – R$ 2,49
2009 – R$ 2,50
2010 – R$ 2,56
2011 – R$ 2,82
2012 – R$ 2,74
2013 – R$ 2,88
2014 – R$ 2,99
2015 – R$ 3,31
2016 – R$ 3,72
2017 – R$ 3,64
2018 – R$ 4,22
2019 – R$ 4,44
2020 – R$ 4,07
2021 – R$ 5,45
2022 – R$ 7,25

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também