Skip to content

Curtas, Médias e Moduladas Arquitetura da Destruição

  • Home
  • Blogs
  • Curtas, Médias e Moduladas Arquitetura da Destruição

Blog

Curtas, Médias e Moduladas Arquitetura da Destruição

Casa do Penedo

No final do ano passado, o Governo Federal publicou o Edital nº 17/2011, com o resultado final da seleção do Concurso de Modernização de Museus/2011, do Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM. Pelo Ibram, autarquia vinculada ao Ministério da Cultura, a Fundação Casa do Penedo vai receber R$ 239.920,00 (duzentos e trinta e nove mil, novecentos e vinte reais), mediante assinatura de convênio. A contrapartida da Casa do Penedo deve ser de R$ 59.980,00 (cinquenta e nove mil, novecentos e oitenta reais), para um projeto denominado “O `Patrimônio Cultural a Serviço da Comunidade”, totalizando um investimento na cultura local de R$ 299.900,00 (duzentos e noventa e nove mil e novecentos reais).

Pela publicação podemos observar que a Fundação Casa do Penedo foi a única entidade de Alagoas beneficiada pelo certame. Espera-se, portanto, para breve, grandes realizações.

Em tempo: é importante que a Casa do Penedo esclareça, tim-tim por tim-tim, a quantas anda o projeto do Museu do Homem do São Francisco, cuja obra foi iniciada pelo Chalé dos Loureiro, é alvo de denúncias de irregularidades e é um dos camelos que não passam no fundo da agulha em que Penedo se transformou.

Penedo: os objetos da Arquitetura da Destruição em 10 atos

1. Obra da Orla Fluvial;
2. Reforma das Praças 12 de Abril, 31 de Março, Nadir Athayde, São Judas Tadeu, Largo de Fátima e Gabriel;
3. Construção do novo Fórum na Lagoa do Oiteiro:
4. Vias de Trânsito e Sinalização;
5. Comercialização de Pescado e de Carne:
6. Relocação de Ambulantes;
7. Ignorar a importância do City-Gate para a cidade;
8. Quadras de Esportes Henrique Equelmam (Oiteiro) e da Rocheira (Barro Vermelho);
9. Reforma do Aeroporto Freitas Melro:
10. Mercado Público e Pavilhão da Farinha

Penedo: a Arquitetura da Eleição

Nas ruas e nas rodas o assunto gira em torno das eleições deste ano. Prefeito, vice-prefeito e 13 vereadores serão eleitos em outubro. As conjecturas políticas contam os votos da eleição passada e a perspectiva matemática de votos no momento atual. Todo mundo tem voto, cabos eleitorais e candidatos, e está eleito até que o resultado final seja anunciado pela Justiça eleitoral.

Os tolos, Ah!, os tolos!, cientistas políticos às avessas, acham que conhecem todos os bastidores e os atores, sabem todas as respostas e podem indicar todos os caminhos. Grande ilusão!

A política continua sendo uma enigmática Esfinge: Decifra-me, ou te devoro!

No popular: muita gente deveria fazer um “Arakiri Baiano”, enquanto é tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também