Skip to content

Até quando o técnico Dunga vai demonstrar ira e desequilíbrio?

  • Home
  • Blogs
  • Até quando o técnico Dunga vai demonstrar ira e desequilíbrio?

Blog

Até quando o técnico Dunga vai demonstrar ira e desequilíbrio?

Prezados internautas. Infelizmente sou obrigado a fazer novo comentário sobre o comportamento rancoroso, irado e cheio de sarcasmo do comandante técnico da nossa Seleção. Na época, em 2009, eu me lembro muito bem que foi logo após a vitória sobre o Chile, pelas Eliminatórias, partida que aconteceu em Salvador, expressei toda a minha preocupação sobre esse péssimo exemplo de comportamento do treinador Dunga.

Hoje, ao assistirmos mais uma vez, o descontrole emocional do todo poderoso comandante da Seleção, na coletiva após o jogo contra a Costa do Marfim, fico por demais temeroso e passo a imaginar uma outra situação. Se, com a nossa Seleção conquistando vitórias em abundância, o exemplo errado do nosso técnico é esse, como será nos momentos de derrotas?

Ainda bem que o talento dos nossos craques é muito mais importante para se conquistar um Mundial, do que a ira e o rancor de um técnico extermamente imaturo. Acho que o treinador ainda tem recalques da famigerada e nefasta “era Dunga”, quando em 1990, fracassamos num Mundial marcado por uma equipe extremamente defensivista e que tinha no comando o atabalhoado Sebastião Lazaroni. Acredito que o treinador ainda não digeriu esse episódio de vinte anos atrás.

Hoje, Dunga precisa urgentemente pensar em algumas coisas. Se conselho fosse bom não se dava, se vendia, mas mesmo assim passo a emitir alguns, que pra mim são fundamentais para a melhora do rancoroso treinador brasileiro.

Primeiro– A Seleção é do Brasil e não dele.

Segundo– O cargo que ele está ocupando, só perde em popularidade para o de Presidente da República e como tal, ele precisa, urgentemente, aprender a conviver com críticas e elogios. Esses são o bônus e o ônus da função.

Terceiro- Tentar esquecer definitivamente o fiasco de 1990.

Quarto– O Brasil já está disputando a Copa do Mundo e equilíbrio é fundamental a qualquer treinador de Seleção que lá esteja.

Quinto– Ao invés de perder tempo com esses bate-bocas, que tal trabalhar mais a sua equipe, dando-lhe mais conjunto e mais opções táticas? Coisas que ainda estão deixando a desejar na nossa equipe.

Sexto– Não pense que ganhar de equipes apenas medianas e ruins nessa primeira fase da Copa, lhe dá o direito de se sentir “o Rei da cocada preta”. Humildade faz bem em qualquer segmento da vida.

Sétimo– Passe a acreditar nessa verdade. O Brasil inteiro, sem exceção, está torcendo pela Seleção, pois a mesma está acima de Dunga ou de individualidades de quem quer que seja.

Oitavo– A imprensa tem pleno direito de exercer a sua função crítica, apesar de alguns profissionais extrapolarem.

Nono– Maus profissionais existem em todas as profissões, inclusive na de técnico de futebol, o que não é o seu caso. Mas você não deve generalizar, coisa que infelizmente, vem fazendo ultimamente.

Décimo– Coloque um pouco de amor nas suas palavras, pois agressões verbais não conduzem a nada.

Sinceramente, falo isso querendo o melhor para o nosso técnico e para o time canarinho, que até aqui vem vencendo, mas não está empolgando os especialistas.

E olhem que eu pensava que Dunga tinha jogado para fora toda a sua ira, quando levantou a taça do tetra-campeonato mundial, nos Estados Unidos. Até naquele momento, sublime para qualquer jogador de futebol, nosso capitão foi só fúria e xingamentos. Lamentável!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também