Skip to content

Agricultores familiares entregam mais de 8,5 mil toneladas de alimentos pelo PAA

Blog

Agricultores familiares entregam mais de 8,5 mil toneladas de alimentos pelo PAA

Produtores familiares da Bahia vão fornecer mais de 8,5 mil toneladas de alimentos ao longo deste ano à rede socioassistencial, equipamentos públicos e sociais de segurança alimentar e nutricional, e demais entidades de atendimento acompanhadas pelos conselhos municipais e estaduais de políticas temáticas. A medida beneficia cerca de 155,6 mil pessoas que estão em situação de insegurança alimentar e nutricional no estado. Ao todo, 4.761 agricultores e agricultoras locais irão receber apoio da Companhia Nacional de Alimentos (Conab) para a comercialização dos produtos.

A aquisição dos alimentos pela Conab ocorre por meio da Compra com Doação Simultânea (CDS) do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), e conta com recursos do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS). São 278 projetos aprovados no ano passado que serão executados em 124 municípios baianos ao longo de 2024. O repasse do Governo Federal para o estado totalizou R$ 61,8 milhões, o maior do País.

Apenas nesta semana, os agricultores de Itagimirim irão entregar cerca de 3,8 mil quilos de alimentos. Outras 17,1 toneladas de produtos devem ser doadas em Itaguaçu. Entre os alimentos que serão doados aos municípios estão: abacate, abóbora, alface, banana da terra, banana-prata, batata-doce, chuchu, couve, raiz de mandioca, coentro, pepino, melancia, aipim, bolacha de goma, pimentão, feijão-verde, milho em espiga, quiabo, mamão, maxixe, cebolinha, bolo de cenoura, bolo de aipim, bolo de tapioca andu, farinha, acerola, beterraba, cenoura e cebola.

PAA/CDS – A Compra com Doação Simultânea tem como finalidade o apoio aos agricultores familiares, por meio de cooperativas e associações, a partir da aquisição de sua produção. Os alimentos são obtidos com recursos do MDS e destinados ao abastecimento da rede socioassistencial, equipamentos públicos e sociais de segurança alimentar e nutricional, e demais entidades de atendimento acompanhadas pelos conselhos municipais e estaduais de políticas temáticas. A ação garante remuneração aos produtores ao mesmo tempo que promove a segurança alimentar de crianças, adolescentes, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade em todo o estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também