Skip to content

Agentes de Combate às Endemias realizam ação contra dengue no Clube dos 30 e Philarmônica

  • Home
  • Penedo
  • Agentes de Combate às Endemias realizam ação contra dengue no Clube dos 30 e Philarmônica

Blog

Agentes de Combate às Endemias realizam ação contra dengue no Clube dos 30 e Philarmônica

A Prefeitura de Penedo continua com seu trabalho de combate à dengue. Nesta quarta-feira (06), os Agentes de Combate às Endemias (ACES) da Secretaria Municipal de Saúde estiveram no Clube dos 30 e na Philarmônica para as ações de rotina no enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypti.

Mônica Andrea Rocha explica que realiza a visita ao Clube da Philarmônica a cada dois meses, que é o período do ciclo de vida do mosquito. “Estive aqui em janeiro e hoje estou retornando para fazer a inspeção. Não tem focos de mosquito aqui, o que temos é um acúmulo de água, porém ela está tratada com o larvicida”, informa a Agente de Combate às Endemias responsável pela área onde está situado o clube que foi doado ao municípío.

Durante a visita, os ACEs reaplicaram o larvicida em todos os locais que tinham água parada como a piscina e vasos sanitários. O produto elimina as larvas do mosquito e vem em forma de pastilha, com duas camadas de aplicação para depósitos de água, a primeira efervescente, que gera ação imediata e a segunda de liberação lenta para ação residual, eliminando larvas por até 60 dias.

Já na inspeção realizada no Clube dos 30, que agora é a garagem da Prefeitura de Penedo, o Agente de Combate às Endemias Davi da Silva Santos – responsável pela área onde o clube está – voltou ao local para fazer a aplicação do larvicida, repetindo a rotina do trabalho preventivo da SEMS Penedo.

No local, a piscina também apresenta acúmulo de água parada, além de ter uma cisterna com água, ambas ainda com a pastilha de larvicida colocada da última vez que recebeu tratamento, em janeiro.

“Passou muito tempo sem a gente poder entrar aqui, depois conseguíamos passar por um muro quebrado e realizávamos a aplicação do larvicida. E aí quando a prefeitura começou a usar o local, aí conseguimos manter o controle do ciclo a cada dois meses”, relata Davi.

A Secretaria de Saúde de Penedo destaca a importância da população deixar os agentes de endemias terem acesso às casas, lotes e estabelecimentos comerciais para poderem localizar focos ou locais de possíveis criadouros de mosquito Aedes Aegypti.

“Eu quero parabenizar o trabalho dos nossos Agentes de Endemias. Enquanto várias partes do Brasil estão em surto, Penedo teve em 2023 o menor índice de doenças causadas pelo Aedes Aegypti dos últimos dez anos e neste ano de 2024, temos apenas 9 notificações até agora. Esses números são fruto do trabalho incansável dos nossos agentes que realizam visitas, mutirões e, também das informações passadas nas rádios e nas redes sociais, além do apoio da população”, disse Diretora de Vigilância e Promoção a Saúde da SEMS, Evelym Ferreira.

A SEMS alerta que se alguém apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, mal-estar, fraqueza e manchas vermelhas no corpo, deve procurar o posto de saúde mais próximo ou a UPA de Penedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Mais Comentadas

Veja Também