Roberto Lopes

Roberto Lopes

Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado

Postado em 24/02/2021 20:11

Fernando Collor e Rodrigo Cunha vão presidir duas importantes comissões no Senado

Agência Senado
Fernando Collor e Rodrigo Cunha vão presidir duas importantes comissões no Senado
Davi Alcolumbre, Fernando Collor, Dário Berger, Acir Gurgacz, Rodrigo Cunha e Jaques Wagner

Os senadores por Alagoas Fernando Collor (Pros) e Rodrigo Cunha (PSDB) vão presidir duas importantes comissões no Senado pelos próximos dois anos. Os dois foram eleitos pelos seus pares e a partir de agora vão estabelecer suas agendas especificas. Fernando Collor vai presidir a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). Rodrigo Cunha por sua vez, irá presidir a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT).

Fernando Collor destacou o desafio que será retomar os debates aprofundados nesta comissão temáticas durante a pandemia da covid-19, para diminuir as desigualdades regionais e fortalecer o turismo, principais objetivos da CDR.

Rodrigo Cunha disse que pretende priorizar projetos e iniciativas que aproximem mais a produção acadêmica existente nas universidades brasileiras de soluções práticas visando dirimir os graves problemas socioestruturais que caracterizam a sociedade.

Outras comissões que já tiveram seus presidentes eleitos:

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) será presidida pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP);

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) terá o senador Jaques Wagner (PT-BA) como presidente;

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) escolheu como presidente o senador Acir Gurgacz (PDT-RO);

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) escolheu como presidente o senador Dário Berger (MDB-SC);

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) será presidida pelo senador Otto Alencar (PSD-BA);

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) escolheu a senadora Kátia Abreu (PP-TO) como presidente.

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) terá como presidente o senador Humberto Costa (PT-PE);

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) elegeu o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) como presidente

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) escolheu como presidente o senador Marcelo Castro (MDB-PI).

A Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle (CTFC) escolheu o senador Reguffe (Podemos-DF) como presidente.
 

 

 

 

 

Fonte: Agência Senado

Comentários comentar agora ❯

Postado em 23/02/2021 08:41

Vales refeição e alimentação poderão ser utilizados em supermercados e restaurantes

Divulgação
Vales refeição e alimentação poderão ser utilizados em supermercados e restaurantes
Sendo aprovado, o vale-refeição poderá ser aceito em supermercado

Os benefícios do vale-alimentação e do vale-refeição são regulamentados pela Lei nº 6.321, de 14 de abril de 1976, que cria o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT). Ocorre que a forma como foram estabelecidos esses benefícios geram uma dificuldade desnecessária para trabalhadores e fornecedores, pois, o vale-refeição pode ser aceito num restaurante e não em supermercado e o vale-alimentação pode ser aceito num supermercado e não num restaurante

Com o objetivo de melhorar estes benefícios para os trabalhadores, tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei de autoria do deputado Coronel Tadeu (PSL/SP) permitindo que tanto o vale-refeição como o vale-alimentação possa ser aceitos em supermercados e restaurantes. “Pretende-se, portanto, que o trabalhador que tenha um dos vales possa utilizá-lo onde bem entender para a aquisição da alimentação que, naquele momento, lhe seja mais adequada”, destaca o autor da proposta.

Pela proposição, a utilização recíproca dos vales não altera os efeitos fiscais, tributários, trabalhistas ou qualquer outro de ordem técnica ou jurídica que lhes estejam afetos nos termos da legislação pertinente. O projeto será agora analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.
 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 19/02/2021 21:22

Veja como votaram os deputados alagoanos na decisão que manteve Daniel Silveira preso

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Veja como votaram os deputados alagoanos na decisão que manteve Daniel Silveira preso
Daniel Silveira participou da sessão por meio de videoconferência

A Câmara dos Deputados decidiu, nesta sexta-feira, 19, manter a prisão em flagrante e sem fiança do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), detido desde terça-feira (16) no âmbito de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga notícias falsas (fake news), calúnias, ameaças e infrações contra o tribunal e seus membros. A decisão foi transformada em resolução promulgada na própria sessão.

Foram 364 votos a favor do parecer da relatora pela Comissão de Constituição e Justiça, deputada Magda Mofatto (PL-GO), que recomendou a manutenção da prisão considerando “gravíssimas” as acusações imputadas ao parlamentar. Foram 130 votos contra e 3 abstenções.

Veja como os deputados alagoanos votaram

Arthur Lira (PP) – não vota por ser o presidente da Câmara
Isnaldo Bulhões (MDB) – sim pela prisão
Marx Beltrão (PSD) – sim pela prisão
Nivaldo Albuquerque (PTB) – não pela prisão
Paulão (PT) – sim pela prisão
Pedro Vilele (PSDB) – sim pela prisão
Sérgio Toledo (PR) – sim pela prisão
Severino Pessôa (PRB) – sim pela prisão
Tereza Nelma (PSDB) – sim pela prisão
 

 

 

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 15/02/2021 19:19

Telas de cinemas deverão exibir informações sobre turismo no Estado de Alagoas

ALE/AL
Telas de cinemas deverão exibir informações sobre turismo no Estado de Alagoas
Deputado Tarcizo Freire é o autor do projeto de lei

A Assembleia Legislativa de Alagoas deverá começar a analisar nos próximos dias, um projeto de lei, de autoria do deputado Tarcizo Freire (PP), que torna obrigatório a exibição de informações sobre o turismo alagoano nas telas de cinemas do Estado.

De acordo com a proposição, as informações sobre o turismo no Estado de Alagoas serão projetadas antes do início de cada filme nos cinemas e terão a duração de um minuto, aproveitando as produções locais.

Para o autor da proposição, o cinema como meio impar de divulgação de atrações, e pela sua abrangência e diversidade de público, deve ser utilizado não só para comercializar produtos de consumo individual, mas também de consumo duradouro e coletivo, como é o caso dos atrativos turísticos do Estado.

“O fomento ao turismo poderá trazer um ambiente benéfico a todos os alagoanos, com geração de mais emprego e o surgimento de profissionais capacitados em diversas áreas e o cinema pode ajudar muito neste processo”, destacou Tarcizo Freire.
 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 10/02/2021 13:45

Projeto flexibiliza pagamento do auxílio emergencial à cultura em Alagoas

ALE/AL
Projeto flexibiliza pagamento do auxílio emergencial à cultura em Alagoas
Deputado Inácio Loiola é o autor do projeto de lei

Por meio de suas redes sociais, o deputado estadual Inácio Loiola (PDT) anunciou o protocolo de um novo projeto de lei que visa beneficiar os profissionais do segmento artístico-cultural que tiveram a renda afetada em decorrência da pandemia do coronavírus.

O projeto de lei que já está acessível no sítio eletrônico do Poder Legislativo sob a nomenclatura “Regime Jurídico Emergencial e Transitório de Pagamento de Benefícios” autoriza o Poder Executivo a realizar pagamentos de benefícios eventuais aos trabalhadores da cultura no Estado de Alagoas.

A medida busca prover o auxílio financeiro àqueles que atuam na cadeia produtiva dos segmentos artísticos e culturais, em conformidade com a Lei Federal Aldir Blanc, que tenham perdido ou deixado de auferir renda em razão da proibição da realização de eventos artísticos-culturais por conta da emergência na saúde pública estadual.

De acordo com o parlamentar, a proposição legislativa também cria no Plano Plurianual 2020-2023 a “Ação Orçamentária ao Fundo Estadual de Fomento à Cultura”, permitindo ao governo estadual abrir crédito adicional e eventual para ações emergenciais destinadas ao setor cultural, desde que observado o limite estabelecido constitucionalmente.

Inácio Loiola também destacou que há ainda uma preocupação com as exigências da Lei Aldir Blanc que dificultam o acesso dos artistas ao auxílio financeiro previsto na norma.

“Precisamos flexibilizar essas normas, descentralizar os recursos de fomento à cultura. As exigências que disciplinam a distribuição desse auxílio emergencial, como a elaboração de projetos, exigibilidade de regularidade fiscal e outros critérios dificultam ainda mais o processo, a tempo de receber o auxílio o quanto antes”, afirmou.

 

 

Fonte: Ascom

Comentários comentar agora ❯

Postado em 07/02/2021 19:22

Projeto prevê até 4 anos de prisão para quem furar fila da vacina contra Covid-19

João Viana/Prefeitura de Manaus
Projeto prevê até 4 anos de prisão para quem furar fila da vacina contra Covid-19
Idosos estão entre os grupos prioritários de vacinação

Tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei, de autoria da deputada Erika Kokay (PT-DF), que prevê de dois a quatro anos de prisão para quem furar fila da vacina contra Covid-19. A punição também valerá para agente público que deixar de comunicar irregularidades na ordem de aplicação da vacina.

A proposta altera a Lei 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 (dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus), para tipificar o crime de fraude à ordem dos públicos prioritários na imunização contra pandemias e dá outras providências.

Pela proposição, o crime disposto neste projeto caracteriza-se quando, por meios fraudulentos, houver a antecipação da imunização própria ou de terceiros, sujeitando o infrator à pena de detenção, de dois a quatro anos, e multa, sem prejuízo de outras penalidades cabíveis nos termos da legislação.

Fica sujeito às mesmas penalidades o agente público que deixar de levar as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo ao conhecimento da autoridade superior ou, quando houver suspeita de envolvimento desta, ao conhecimento de outra autoridade competente para a devida apuração dos fatos.

“Diante da insuficiente quantidade de vacinas no país e da necessidade de que seja respeitada a ordem de prioridade determinada pelo poder público na aplicação da vacina contra a covid-19 junto aos grupos considerados prioritários, julgamos absolutamente necessário que a lei disponha de mecanismos para responsabilizar a quem der causa a esse tipo de irregularidade e que busque para si qualquer privilégio”, destacou Erika Kokay.
 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 03/02/2021 20:23

Projeto prevê abertura de escolas públicas nos fins de semana para comunidade

jornalibia
Projeto prevê abertura de escolas públicas nos fins de semana para comunidade
Projeto obriga todas as escolas públicas a estarem abertas aos finais de semana

Tramitando em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados, projeto de lei, de autoria do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), obriga todas as escolas públicas, federais, estaduais e municipais a estarem abertas aos finais de semana e feriados, para que promovam atividades de cultura, esportes, lazer, educação e, ainda, atividades de interesse das comunidades a que estiverem localizadas. Pela proposição, as empresas poderão utilizar 1% de seu Imposto de Renda, para custeio do deste programa, que será abatido em seu imposto devido anualmente.

De acordo com o autor da matéria, o projeto tem como objetivo transformar a escola em um espaço de integração com a comunidade, que passa a vê-la como um agente de transformação e um patrimônio de todos os envolvidos, como crianças, adolescentes, pais, mães e outros atores da comunidade escolar. “Temos que obrigar todas as Escolas Publicas estarem aos sábados e domingos de 9 da manhã ás 17 horas, e transformar em lazer para os alunos e seus familiares, crianças e 15 anos de idade, com ações, cultura, esporte, pintura, oficinas, e lazer”, destacou Alexandre Frota.
 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 29/01/2021 20:45

Projeto de lei prevê o parcelamento das multas de trânsito em até 12 vezes

instacarro
Projeto de lei prevê o parcelamento das multas de trânsito em até 12 vezes
Projeto de lei estabelece o parcelamento de multas

Tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei, de autoria do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), que estabelece o parcelamento de multas decorrentes de infrações de trânsito. Pela proposta as multas aplicadas a veículos automotores, impostas por quaisquer dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, podem ser pagas em até doze parcelas mensais e sucessivas, sem juros ou correção monetária.

De acordo com o projeto, que altera a Lei 9.503, de 23 de setembro de 1997 (Código de Trânsito Brasileiro), a solicitação do parcelamento e o pagamento tempestivo da primeira parcela são suficientes para a emissão do Certificado de Registro e do Certificado de Licenciamento Anual, salvo se houver outro óbice.

As parcelas da multa poderão ainda ser adimplidas por meio de cartão de crédito, sendo de responsabilidade do usuário, suportar todas as tarifas referentes ao pagamento parcelado junto às instituições financeiras.
 

Comentários comentar agora ❯

  • Rio Esse deputado está desinformado. O parcelamento de multas em até 12x com pagamento em cartão de crédito já existe.
Postado em 25/01/2021 08:40

Projeto prorroga até abril pagamento do auxílio emergencial, no valor de R$ 600

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Projeto prorroga até abril pagamento do auxílio emergencial, no valor de R$ 600
Famílias brasileiras ainda precisam de ajuda do Poder Público

O fim do auxílio emergencial terminou no dia 31 de dezembro de 2020; porém os efeitos na saúde pública e na economia vão continuar. Neste sentido, tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei que prorroga até 30 de abril deste ano, o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600,00 por mês

De acordo com o autor da proposta, deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ), especialistas apontam que a taxa de desemprego, que no terceiro trimestre do ano passado estava 14,6%, a maior da história, pode dar um salto com o fim da transferência do auxílio emergencial. “Caso o auxílio não tivesse sido oferecido desde abril/2020, o índice de pobreza teria saltado para 36% durante a pandemia”, afirmou

O deputado disse ainda, que as famílias brasileiras ainda precisam de ajuda do Poder Público para continuar sustentando seus lares. “Os efeitos benéficos do auxílio foram de grande impacto positivo; principalmente na redução da pobreza, ainda que de forma temporária", destacou o autor da proposta.
 

Comentários comentar agora ❯

Postado em 21/01/2021 10:16

Nove candidatos disputam eleição para presidência da Câmara. Eleição será dia 1º de fevereiro

Antonio Cruz/Agência Brasil
Nove candidatos disputam eleição para presidência da Câmara. Eleição será dia 1º de fevereiro
Novo presidente comandará a Câmara dos Deputados no biênio 2021/22

Nove deputados já lançaram candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. A Eleição será realizada presencialmente no dia 1º de fevereiro; nova Mesa vai comandar a Câmara no biênio 2021/22.

Candidatos de bloco partidários:

1- Arthur Lira (PP/AL). Está no terceiro mandato e tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro e dos seguintes partidos: PP, PL, Pros, PSC, republicanos, Avante, Patriota, PSD e Podemos. Arthur é natural de Maceió (AL), tem 51 anos e é empresário, advogado e agropecuarista.

2- Baleia Rossi (MDB/SP). Está no segundo mandato e tem o apoio do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e dos seguintes partidos: MDB, PT, PSL, PSDB, DEM, PDT, Solidariedade, Cidadania, PV, PCdoB, Rede e PSB. Baleia é natural de São Paulo, capital, tem 48 anos e é empresário.

Candidatos de partidos:

1- Luiza Erundina (Psol/SP). Está no sexto mandato. Erundina é natural de Uiraúna (SP), tem 87 anos e é assistente social.

2- Marcel Van Hattem (Movo/RS). Está no primeiro mandato. Marcel é natural de São Leopoldo (RS), tem 36 anos e é jornalista, cientista político, desenhista, tradutor e escritor.

Candidatos avulsos:

1- Alexandre Frota (PSDB/SP). Está no primeiro mandato. Frota é natural do Rio de Janeiro, capital, tem 56 anos e é ator e empresário.

2- André Janones (Avante/MG). Está no primeiro mandato. Janones é natural de Ituiutaba (MG), tem 37 anos e é advogado.

3- Capitão Augusto (PL/SP). Está no segundo mandato. Augusto é natural Ourinhos (SP), tem 54 anos e é policial militar.

4- Fábio Ramalho (MDB/MG). Está no quarto mandato. Ramalho é natural de Brasília (DF), tem 59 anos e é empresário.

5- General Perternelli (PSL/SP). Está no primeiro mandato. Perternelli é natural de Ribeirão Preto (SP), tem 66 anos e é administrador, militar e professor.


 

Comentários comentar agora ❯

  • Otalibio Miranda Nunes O Brasil corre um sério risco, elegendo o candidato Arthur Lima, que conta com o apoio do presidente da república. Rodrigo Pacheco, tem sua Vitória garantida para a presidência do senado e também conta com o apoio do presidente da república.. Deixo uma pergunta: O quê a nação brasileira pode esperar