18 Dezembro 2009 - 09:56

TRE decide manter no cargo prefeito de Rio Largo

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) decidiu manter no cargo o prefeito de Rio Largo, Toninho Lins (PSB). O recurso foi apresentado pelo candidato a prefeito do município, Marcos Vieira (DEM). A acusação seria compra de votos nas últimas eleições.

A fundamentação do recurso baseava-se numa prisão feita pela Polícia Militar no ano passado. Luis Carlos Alves de Oliveira e Ivaldo da Silva foram abordados com uma quantia de R$ 23 mil em cédulas de R$ 50 - montante que, segundo a denúncia, seria utilizado para a compra de votos.

O relator do processo, o juiz Everaldo Patriota, não considerou que, entre as provas aprendidas, houvesse uma ligação com a compra de votos. A opinião do relator foi acompanhada pelos demais membros do Pleno - Ana Florinda, André Granja, Manoel Cavalcante e Luciano Guimarães, além do voto do desembargador Orlando Manso. O placar foi 6x0.

O advogado, Gustavo Ferreira, representante legal do candidato Marcos Vieira, disse que irá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 

por Roberto Lopes

Comentários comentar agora ❯