04 Julho 2022 - 10:51

SAAE Penedo adota medidas para manter abastecimento com água potável

Gerência de Comunicação do SAAE
SAAE Penedo monitora toda a situação por meio de sua equipe técnica

As fortes chuvas que caem sobre Alagoas e estados do Nordeste modificam as condições do rio São Francisco, especialmente para os municípios localizados na região entre a foz e as usinas hidrelétricas de Xingó e Paulo Afonso.

O aumento considerável de partículas na água, cada vez mais ‘barrenta’, está afetando o abastecimento de cidades ribeirinhas e demais municípios da região do Baixo São Francisco, principalmente para os que recebem a maior carga do material retirado de rios e lagoas do Velho Chico.

O SAAE Penedo monitora toda a situação por meio de sua equipe técnica que constatou, por exemplo, que a quantidade de miligramas registrada na água do rio em Propriá foi de 2 mil por litro. Em Penedo, a média atual é de seis mil miligramas por litro.

E para manter o abastecimento com água potável, o SAAE Penedo precisa adotar novas medidas operacionais, entre elas a redução da captação de água na estação da Rocheira, onde apenas uma bomba estará em operação a partir desta segunda-feira, 04 de julho.

“Todo o Baixo São Francisco está enfrentando problemas e em outras regiões de Alagoas, o abastecimento de cidades foi paralisado pela CASAL. O que nós estamos fazendo é necessário para continuar mantendo o abastecimento com água potável, já estamos utilizando o máximo permitido de cloro e sulfato de alumínio no tratamento que será feito em velocidade menor, por isso recomendamos que as pessoas economizem no uso da água em casa”, explica Marcelo Salgueiro, Diretor Operacional do SAAE Penedo.

A recomendação da autarquia da Prefeitura de Penedo é direcionada para cerca de 60% da população que depende da captação feita na estação da Rocheira e não afeta a parte alta da cidade, abastecida por poços artesianos.

por Gerência de Comunicação do SAAE

Comentários comentar agora ❯