25 Agosto 2009 - 07:30

Orgãos públicos passarão a fazer compras "verdes"

Até o fim deste ano, o Governo Federal deve editar decreto estabelecendo as ‘compras verdes’, ou seja, nas compras que forem realizadas por órgãos da administração pública direta e indireta, serão priorizados os produtos sustentáveis e ecologicamente corretos.

As informações sobre que produtos, padrões a serem seguidos e como se darão essas compras estarão definidos na regulamentação do decreto que de acordo com a secretária-adjunta da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Loreni Forest, já está sendo trabalhada pelo governo.

Para isso, faz estudo junto com o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) visando definir os segmentos a serem priorizados nessas aquisições.

Entre os produtos que terão preferência estarão equipamentos de informática e papel, itens que também são fornecidos ao governo pelas micro e pequenas empresas.

“Essas empresas precisam estar atentas e se preparar para esse mercado”, alerta a secretária. Ela explicou, porém, que haverá um processo de transitoriedade nessas compras. “Temos que preparar os compradores e o próprio mercado, pois quando são estabelecidos novos padrões de produtos a serem adquiridos, é preciso que haja empresas para produzir e fornecer o que se procura”, diz.

No caso das micro e pequenas empresas, a idéia é que sejam treinadas por meio de convênio entre o Ministério do Planejamento e o Sebrae, explica Loreni.

por Blog Ambientebrasil

Comentários comentar agora ❯