28 Agosto 2009 - 14:18

Força-tarefa se mobiliza para salvar criança

Pequeno Kleilton Silva vai esperar pelo transplante

Uma verdadeira força-tarefa foi montada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para transportar, até o Hospital Osvaldo Cruz, em Recife (PE), o estudante Kleilton Silva dos Santos, 11 anos.

Ele foi vítima de insuficiência hepática fulminante e estava internado, até esta sexta-feira (28), na UTI Pediátrica do Hospital Geral do Estado (HGE), de onde foi levado no helicóptero, cedido pelo governo do Estado.

O encaminhamento do paciente até Recife aconteceu por meio do Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que assegurou todo o suporte necessário para que os médicos João Lourival Souza, Carlos Adriano e a enfermeira Emanuela Bezerra pudessem realizar o translado.

“Realizamos todos os esforços necessários para levarmos até Recife o pequeno Kleilton, que é natural do Povoado Cabocla, zona rural de São José da Tapera, e foi acometido por uma doença rara, que atinge apenas 1% da população”, explicou a coordenadora de Ações Estratégicas da Sesau, Marta Celeste Mesquita.

A mãe da criança, Vera Lúcia Silva dos Santos, o acompanhou até Recife, onde Kleiton Silva dos Santos irá ficar interno à espera de um fígado compatível. Somente por meio de um transplante o estudante poderá alcançar a cura, já que seu fígado está totalmente paralisado, fruto da Insuficiência Hepática Fulminante, segundo o médico João Lourival Souza, que diagnosticou a doença no HGE.

A doença - Insuficiência Hepática Fulminante é, de acordo com os médicos que o atenderam, a maior e mais grave emergência em hepatologia. Neste caso, o tratamento apropriado é o transplante de fígado, por isso Kleilton foi encaminhado para o Hospital Osvaldo Cruz, que é referência na realização de transplantes dessa natureza.

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯