Roberto Lopes

Roberto Lopes

Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado

Postado em 28/03/2012 15:06

ALE convoca eleição para a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas

Em face aposentadoria voluntária do Conselheiro Isnaldo Bulhões Barros e considerando que se encontra vago um cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Fernando Toledo, publicou no Diário Oficial do Estado, o edital de convocação para eleição do novo conselheiro do órgão de contas do Estado.

Toledo também convocou uma sessão pública extraordinária conjunta da Segunda e Terceira Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa, a se realizar no dia 04 de abril de 2012, a partir das 10:00 horas para arguição pública dos candidatos inscritos. Em seguida, no mesmo dia, haverá uma sessão pública extraordinária do Plenário da Casa para que seja promovida à escolha dentre os candidatos inscritos e considerados aptos, o novo conselheiro do Tribunal d Contas.

O edital abre, a partir de hoje (28) até o próximo dia 03 de abril, o prazo para que os interessados se inscrevam e coloquem seus nomes à escolha da Assembleia Legislativa Estadual para preenchimento do cargo vago de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas.  Estabelecer que os interessados deverão requerer a inscrição em petição apresentada no protocolo da Assembleia Legislativa dirigida perante ao 1º Secretário da Casa, nos períodos compreendidos entre 8 e 12 horas e 14:00 e 18:00 horas.

O edital diz ainda que a petição do interessado deverá ser instruída com seu currículo, o qual deverá estar municiado com todos os documentos comprobatórios das afirmações que o currículo fizer, ficando estabelecido, inclusive, que estes documentos comprobatórios somente serão considerados se forem apresentados em vias originais ou cópias autenticadas.

O interessado em disputar o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas deve atender aos seguintes requisitos: contar com mais de 35 anos e menos que 65 anos de idade; ter idoneidade moral e reputação ilibada, ostentar notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública, bem assim comprove mais de dez anos de exercício de função pública ou efetiva atividade que exija os conhecimentos nas áreas acima mencionadas.

Comentários comentar agora ❯

  • Alisson Será que alguém duvida que o indicado não será o Fernando Toledo?
  • glebson bispo franco se for escolhido pela reputação moral não vai ninguem desta casa, mais se for má formção de carate muitos ficaram apto para se candidata. isto é uma vergonha..............