Roberto Lopes

Roberto Lopes

Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado

Postado em 17/09/2011 16:26

Confira o desempenho das escolas de Penedo que participaram do Enem

Criado em 1998 pelo Ministério da Educação com o objetivo de avaliar as habilidades e competências dos estudantes concluintes do ensino médio, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) revelou, este ano, um dado pouco animador no que se refere as escolas públicas no país. Das cem melhores instituições de ensino, somente 13 são escolas públicas, das quais quatro são militares.

No último exame, 4.626.094 estudantes fizeram o Enem. Alagoas obteve entre todos os Estados, a décima terceira colocação com 534,56 pontos. O Distrito Federal ficou em primeiro com 579,06, seguido pelo Rio de Janeiro com 572,51 e São Paulo com 561,47. Os três últimos colocados foram Piauí com 518,12 pontos, Maranhão com 512,65 pontos e Tocantins que obteve 512,36 pontos.

Em alagoas, o Colégio Maria Montessori (Maceió) ficou com a melhor pontuação (667,49) ficando com a colocação 399 no país. A melhor média dos colégios do interior ficou com a Escola de Educação Básica Santa Catarina de Arapiraca que obteve a colocação 1482 no país com 632,80 pontos.

Os colégios de Penedo obtiveram os seguintes resultados: Colégio Imaculada Conceição 594,03 pontos ficando na 3618 colocação no país (trigésimo sexto no Estado) com 15 alunos e o Colégio Diocesano 583,21 ficando na 4294 colocação no país (quadragésimo quinto no Estado) com 45 alunos participantes das provas do Enem.

Para quem antigamente tinha um dos melhores ensinos do Estado, o desempenho das escolas de Penedo ficaram muito abaixo das expectativas apesar de terem conseguido alcançar a média nacional. O colégio Imaculada Conceição ficou atrás de 25 escolas da cidade de Maceió, seis de Arapiraca, duas de Palmeira dos Índios, uma de Viçosa, e uma de São Luiz do Quitunde.

Já o Colégio Diocesano ficou atrás de 29 escolas de Maceió, sete de Arapiraca, duas de Palmeira dos Índios, uma de Viçosa, uma de São Luiz do Quitunde, uma de Coruripe, uma de São José da Tapera e uma de Rio Largo.

Em Penedo, ainda participaram do Enem as seguintes escolas públicas: Escola Dr. Alcides Andrade que obteve 512,12 pontos, a Escola Estadual Comendador José da Silva Peixoto que ficou com 504,68 pontos e a Escola professor Ernani Mero que não teve seus pontos calculados, devido ao número baixo de participantes – apenas dois estudantes.

As Escolas particulares Nossa Senhora de Fátima com nove estudantes, Colégio Sagrado Coração de Jesus com quatro estudantes e Colégio Leonor Gonçalves Peixoto, com oito alunos, também, devido ao número baixo de participantes, não tiveram seus pontos calculados. O Ministério da Educação só divulga os pontos das escolas que tiveram mais de 10 alunos participando das provas.

O exame foi composto por uma prova de redação, além de quatro provas nas áreas do conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemáticas e suas tecnologias.

É bom lembrar que investir em educação é aumentar o número de pessoas qualificadas no mercado de trabalho, é melhorar a distribuição de renda entre os cidadãos e, principalmente, manter a criança e o adolescente na escola, longe das drogas e do crime. Investir em educação é condição essencial para o desenvolvimento de uma cidade, de um estado e consequentemente de um país.

A próxima edição do Enem será realizada nos dias 22 e 23 de outubro. Mais de 5,3 milhões de estudantes em todo o país se inscreveram. Como diz o ministro da Educação, Fernando Haddad, mais do que comparar escolas, o ideal é que a escola se compare consigo mesma e possa se superar a cada ano.
 

Comentários comentar agora ❯

  • Rafael Muito fraco o desempenho das escolas de Penedo. Antigamente Penedo era referência em ensino no Estado de Alagoas
  • Fernando Que Vergonha nossas escolas
  • Flavio O que a secretaria municipal de Educação tem a dizer? que vergonha
  • Bruno Moura Essa é a verdadeira cara da educação do Brasil. Se não for feito um verdadeiro investimento na educação vamos continuar exportando mão de obra. É necessário professores bem renumerados, qualificados e espaços físicos adequados, além de uma boa alimentação, só assim vai ser possível fazer uma revoluç
  • carlos alberto Santos Nao se trata só da Secretaria Municipal de Educação, no todo Estado e municipios precisam valorizar mais os docentes pagando salario digno, mais como estamos nas Alagoas, o que realmente existe e muita desiguldade, Politicos desonestos, hoje faz vergonha dizer que sou Alagoano.
  • Mané A coisa então é séria, sobretudo para o Diocesano que, com 45 alunos (maior numero da cidade) ficou tão distante na classificação nacional. Está a prova de que salas cheias demais prejudicam a aprendizagem dos alunos.
  • José E dale Téo. Não foi assim que o povo quis. Tanta promessa de campanha ficou para trás. Na educação a prioridade dele era NOMEAÇÂO DA RESERVA TÈCNICA DO CONCURSO DE 2005 e cadê? Enganou a todos inclusive a mim. O que fez foi contratação de monitores e o concurso prescreveu. Sou monitor na minha vaga.
  • vania Tavendo aí Diocesano o que dá lotar as salas. Cadê a aprendizagem dos alunos. Professores faltam muito e até dão aulas bêbados. Não é um absurdo? Coitado dos pais que se esforçam para pagar um colégio para seus filhos que nada aprendem. ABSURDO! Vocês podem mudar tudo isso procurando pagar melhor.
  • Ézio Não estou defendendo as escolas de Penedo, nem professores, mas tenham cuidado ao comentar o que vocês não conhecem, há escolas que escolhem seus alunos, aqui as escolas trabalham com todos os tipos de alunos, alunos sem motivação etc.. é claro que tem que mudar, porém não é tão simples assim!
  • evanio que bom tivemos duas das melhores escolas de penedo nessa avaliaçao,nao importa a colocaçao mais que penedo tem bons profissionais na educaçao,parabens todos.professores,diretores e alunos
  • Penende Que reclamem de salas cheias, da indiscilina dos alunos. Talvez do despreparo de alguns. QUE ESCOLAS NAS CAPITAIS PODEM SELECIONAR ALUNOS. Porém, QUE REINE A ÉTICA, AO INVÉS DE FICAR ACUSANDO PROFESSOR. Penedo tem bons profissionais na educação! E não perde para os da capital. Ninguem faz milagres!
  • professor SENHOR ROBERTO LOPES, NA CIDADE DE PENEDO TAMBÉM TEM AS ESCOLAS ESTADUAIS, ENTÃO O SEUCOMENTÁRIO DEVEIRA TER NO TÍTULO ESCOLAS PARTICULARES .
  • ROBERTO LOPES SENHOR PROFESSOR, A MATÉRIA FALA EM ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DE PENEDO