25 Agosto 2017 - 08:46

Contação de Histórias Afro é realizada na Biblioteca Pública Epifânio Dória

Assessoria
A ação faz parte da programação da Aldeia Sesc e conta com a parceria da Secult

Histórias da cultura afro-brasileira misturadas a uma discussão sobre preconceito e racismo, conquistaram a atenção dos estudantes que estiveram na Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED), unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). A atividade, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 24, foi ministrada pela professora, atriz e cerimonialista Thaty Meneses, que é ativista do movimento negro e trabalha com contação de histórias afro há dois anos.

“Sempre dei palestras sobre as questões afro, e numa ocasião me chamaram para falar para um grupo de crianças muito pequenas, foi então que percebi a importância do trabalho da contação de histórias. A contação é uma forma mais acessível de levar esta consciência em relação ao preconceito, não só para as crianças e jovens, mas para todas as pessoas”, afirmou Thaty Meneses.

Os alunos da Escola Estadual Vitória de Santa Maria se empolgaram e interagiram com a atividade. “Achei bem interessante e estimulador, pois ainda hoje existe muito preconceito. A professora nos fez pensar sobre como no Brasil crescemos aprendendo que as coisas referentes à cultura afro não prestam, e que precisamos mudar essa ideia. Ela falou também sobre turbantes, roupas e cabelos, inclusive fiquei com vontade de deixar o meu crescer”, contou o estudante do 9º ano, Gabriel Alves.

A contação de histórias fez parte da programação da Aldeia Sesc, que iniciou no dia 10 de agosto, com diversas atividades. “O que é fundamental nesta questão da literatura é trabalhar o acesso à linguagem, ao livro e o incentivo a produção literária. Fizemos também pela Aldeia Sesc, um sarau poético sobre João Sapateiro, poeta popular da cidade de Laranjeiras. Nossa intenção é que as pessoas conheçam estas personagens e se interessem pela nossa literatura”, afirmou o gerente Cultural do Sesc Sergipe, Volnei Nascimento.

Escolas interessadas em participar de outras atividades e contação de histórias na Biblioteca Pública podem agendar visitas através do telefone (79) 3179 – 1907. A Epifânio Dória está localizada na Rua Leonardo Leite, S/N, Bairro 13 de Julho, Aracaju.  

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯