24 Setembro 2020 - 22:29

Escolas estaduais deverão escolher obras literárias para acervo da biblioteca até esta sexta, 25

Os professores e gestores da rede estadual de ensino já podem fazer a escolha das obras literárias que comporão o acervo das bibliotecas escolares e os livros que serão utilizadas pelos alunos dos anos finais do ensino fundamental. As obras já estão disponíveis no guia digital do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2020), por meio do link, a fim de que os educadores e gestores possam acessar e selecionar conforme a proposta pedagógica da sua unidade escolar. As escolas têm até o dia 25 de setembro para escolher e registrar no sistema do PDDE Interativo.

Para acessar o guia digital, é preciso inserir uma "chave de acesso", que o diretor escolar encontra no site do PDDE Interativo. A escolha dos professores precisa ser registrada em ata e informada no site .

De acordo com Maísa Fernanda de Souza Alva, chefe do Serviço de Apoio à Gestão Educacional do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Seage/Dase), em cada ano do Ensino Fundamental II serão escolhidas duas obras para uso dos alunos. Ela explica que, para cada livro, deverão ser escolhidas duas opções de editoras diferentes. "Depois que a primeira opção for indicada, obrigatoriamente o diretor deverá indicar, no PDDE Interativo, a obra que deseja receber em segunda opção. Assim, ao escolher os dois livros do aluno, a escola indicará obras de quatro editoras diferentes", disse. Os professores e gestores deverão fazer reuniões, mesmo que virtualmente, para que sejam escolhidos os livros de leitura mais adequados à realidade de cada escola.

Os livros disponíveis para escolha estão distribuídos em duas categorias: na categoria 1 estão as obras destinadas ao 6º e 7º anos e, na categoria 2, as obras para o 8º e 9º anos. Em cada uma delas terão de ser indicadas a 1ª e a 2ª opções. Já em relação às obras que irão compor o acervo da biblioteca, cada escola vai escolher um ou mais acervos (composto por 24 ou 25 obras), dentre os 14 disponíveis. O sistema informa a quantidade de acervos que a escola pode indicar conforme a matrícula.

"A escolha das obras literárias deve acontecer de forma conjunta, entre professores e equipe gestora da escola, com base nas informações do guia digital do PNLD Literário e levando em consideração a pertinência das obras literárias em relação à proposta pedagógica da escola. Esperamos que os professores possam escolher os livros mais adequados para seus estudantes", disse Maísa Fernanda.

Outras informações podem ser obtidas por meio da Divisão de Apoio à Leitura e Gestão do Livro (Dalagel), pelo telefone 3194-3264.

por Agência Sergipe

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.