17 Junho 2019 - 13:32

Governo inicia entrega de cartões e senhas do Programa Mão Amiga nesta segunda

Divulgação

Nesta segunda-feira (17), os beneficiários do Programa Mão Amiga residentes nos 21 municípios do corte da cana começarão a receber os cartões e novas senhas da edição 2019 do programa, para que estejam aptos a fazer o saque do benefício no próximo dia 30 de junho - quando está previsto o pagamento da primeira parcela. Este ano, serão beneficiados 3.844 cortadores de cana, totalizando quase R$ 3 milhões a serem pagos pelo Programa. Para a primeira parcela, o governo de Sergipe investirá, através da secretaria de Estado da Inclusão, da Assistência Social e do Trabalho - Seit, o valor de R$ 730.360,00, oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza – Funcep.

O cronograma de entregas tem início por Japoatã (08h), Pacatuba (09h), Neópolis (14h), Santana do São Francisco (14h) e Malhada dos Bois (15h) nesta segunda-feira, 17. Já na terça, 18 de junho, a equipe segue para Capela (08h), Muribeca (14h) e São Francisco (15h). Na quarta-feira, 19, é a vez de Areia Branca (08h) e Aquidabã (10h). Na semana seguinte, após o feriado, as entregas continuam na terça-feira, 25, em Maruim (08h), Santo Amaro (08h), Rosário do Catete (09h), Riachuelo (14h) e Divina Pastora (15h); na quarta, 26, em Siriri (08h) e N. Sra. das Dores (09h); na quinta-feira, 27, em Japaratuba (08h) e São Cristóvão (10h); terminando na sexta, 28, por Laranjeiras (08h) e Santa Rosa de Lima (09h).

Criado em 2009 para mitigar os efeitos do desemprego causados pelas entressafras dos cultivos da cana e da laranja, o Programa Mão Amiga paga, anualmente, um benefício de R$ 760 aos trabalhadores rurais que atuam nas respectivas lavouras, divididos em quatro parcelas de R$ 190. “Enquanto a entressafra da laranja ocorre nos meses de novembro, dezembro, janeiro e fevereiro; a da cana-de-açúcar acontece entre os meses de maio e agosto. Temos 14 municípios participantes da vertente da citricultura, e outros 21 da cana, totalizando 35 municípios beneficiados. Ao longo de suas edições, 78.620 benefícios já foram pagos, totalizando mais de R$ 57 milhões investidos pelo governo do Estado nesta forma de auxílio aos trabalhadores rurais”, explica Heleonora Cerqueira, coordenadora do programa na Seit.

Para além da transferência direta de renda, o Mão Amiga, que completa 10 anos em 2019, tem se preocupado em levar formação para os seus beneficiários através dos seminários, que acontecem entre o pagamento da 3ª e 4ª parcelas, abordando temáticas variadas tais, como: prevenção e uso de EPIs na manipulação de defensivos agrícolas; surdez como possível consequência do uso de agrotóxicos; prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, saúde do trabalhador; direitos sociais e trabalhistas, através de parcerias com o Centro de Refêrencia de Saúde do Trabalhador- CEREST; a Universidade Federal de Sergipe, a Federação dos Trabalhadores Rurais de Sergipe - FETASE, Emdagro, Secretaria de Estado da Saúde e as secretarias Municipais de Assistência Social, Saúde e Agricultura, e a equipe da própria SEIT.

“Uma novidade desta edição é que, durante a entrega dos cartões teremos palestras para os trabalhadores acerca do Cadastro Único, com o coordenador Estadual José Carlos Passos; e sobre segurança alimentar com a nutricionista Isabela – ambos técnicos da SEIT. Temos nos debruçado, também, sobre as demandas complementares que os beneficiários apresentam, que possam lhe trazer alternativas, e brevemente estaremos apontando novidades no Programa”, revela a secretária de Estado da Inclusão Social, Lêda Lúcia Couto. 

por Agência Sergipe

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.