15 Março 2019 - 21:58

Pediatra alerta para cuidados com cordão umbilical após nascimento do bebê

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), se preocupa em oferecer às parturientes, orientação e segurança para que o corte do cordão umbilical, que acontece durante o parto, ocorra com perfeição. A unidade também orienta sobre a importância dos cuidados com a pequena parte do cordão que permanece no bebê, chamada de coto umbilical.

A pediatra e neonatologista, Roseane Porto, diretora técnica da MNSL, explica que o cordão umbilical é pinçado e cortado quando ocorre o parto e pontua a importância dos cuidados após o nascimento do bebê. “Inicialmente, o coto tem um aspecto amolecido e gelatinoso, porém, com o passar dos dias, torna-se escuro e seco. Para higienizar o coto umbilical, deve-se utilizar uma haste flexível de algodão embebida de álcool a 70%, limpando inicialmente a base (entre o coto e a pele) com movimentos circulares e de maneira bem suave e, posteriormente, o restante do coto umbilical”.

Ainda de acordo com ela, a limpeza pode ser realizada a cada troca de fralda e após o banho do recém-nascido, para evitar infecção. Não é recomendada a utilização de faixas, gazes, curativos oclusivos ou qualquer outro produto no coto”, alertou a médica.

Roseane Porto também destacou a necessidade de observação das características do coto. “Na sala de parto, o pediatra também avalia a quantidade de vasos presentes no coto umbilical, que normalmente são três. A artéria umbilical única, quando há apenas dois vasos (01 artéria e 01 veia) no cordão umbilical, é uma condição que pode aparecer isoladamente ou pode estar associada a algumas síndromes genéticas e algumas alterações em órgãos fetais, como aqueles do sistema geniturinário, devendo-se proceder a investigação diagnóstica”.

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯