12 Setembro 2017 - 22:56

Destaques sergipanos na Seletiva Regional para o Grand Slam de Jiu-Jítsu em Abu Dhabi

Aracaju transformou-se no último domingo 10, na capital brasileira do Jiu-Jítsu, com a realização da Seletiva Regional para o Grand Slam, que será realizado em São Paulo, no mês de novembro, que por sua vez, serve de classificatório para o mundial.

A competição de caráter internacional, contou com a participação de 700 atletas, de todo o Brasil, em sua maior parte do Nordeste, com idade entre 04 anos, o pré-mirim, até 45 anos, o máster, feminino e masculino. Organizada pela Federação Brasileira de Jiu-Jitsu (FBJJ) e Federação Sergipana de Jiu-Jítsu (FSJJ), a competição contou com total apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e da Juventude (SEEEL).

Os atletas sergipanos fizeram bonito na competição, conquistando muitas medalhas para o estado, em várias categorias. A faixa-preta Alliny Karen, atleta da equipe Nova União, foi um dos destaques da competição, conquistando ouro no absoluto e na sua categoria, até 90kg.

“O resultado me surpreendeu. Mas é fruto de muito trabalho e dedicação. Foi fantástico. Saiu tudo como foi programado. Minha preparação física foi muito forte. A expectativa agora é se sair bem no Grand Slam em São Paulo e garantir uma vaga para o Mundial em Abu Dhabi. Essa perspectiva acelera o coração ainda mais, porque era uma coisa que eu queria muito e conquistei o que lutei por tanto tempo”, comemorou faixa-preta Alliny Karen.

Outro destaque sergipano foi Thiago Marinho, da GFTeam e Felipe Ywasaki, da equipe Cicero Costha, foram campeões na faixa preta, até 94kg e até 77kg, respectivamente.

Faixa-preta até 94 kg, o campeão foi Thiago Marinho da GFTeam. O resultado surpreendeu ao próprio atleta, que disse ter lutado para superar o seu desempenho. “Foi um resultado surpreendente. Garantir a vaga no Grand Slam foi um grande feito para qualquer atleta. Me inscrevi em uma categoria abaixo da minha. Sofri um pouco para bater o peso e não consegui me recuperar bem. Mas assim mesmo consegui impor meu jogo, fazer minhas pontuações e segurar o resultado”, disse Thiago Marinho.

Representante da equipe Cicero Costha, o faixa-preta Felipe Ywasaki, foi o campeão na categoria até 77kg. “Treinei bastante para isso. Meu jogo não entrou do jeito que eu queria, mas mesmo assim deu tudo certo. Foi uma competição de alto nível técnico e isso valoriza ainda mais a conquista. Só vencer a balança e todas as dificuldades que passamos, para estar em um campeonato como esse já são grandes feitos. É um torneio muito nivelado, o que deixa tudo ainda melhor. O competidor não pode errar”, disse. 

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯