09 Outubro 2017 - 09:53

Governador participa de festa de Nossa Senhora Aparecida no Bugio

Agência Sergipe
Jackson Barreto anunciou um presente para a comunidade, a construção de um monumento

O governador Jackson Barreto, acompanhando do secretário de Inclusão, José Sobral, e do vereador Seu Marcos, participou na noite do sábado, 07, da tradicional missa dos motoristas no Conjunto Bugio, em Aracaju. A missa aconteceu na oitava noite do Dozenário de Nossa Senhora Aparecida e reuniu centenas de fieis num clima de devoção e fé. Na ocasião, o governador anunciou um presente para a comunidade, a construção de um monumento de Nossa Senhora Aparecida no bairro.

Acho que para nós, brasileiros, católicos que têm Nossa Senhora Aparecida como padroeira do país e agora com a definição pela Arquidiocese da Nossa Senhora da Divida Pastora como padroeira do estado, são passos importantes para o fortalecimento da fé cristã. Recentemente, nós acabamos de edificar com a benção do nosso querido arcebispo Dom João, a imagem de Nossa Senhora de Divina Pastora logo após o município de Riachuelo. É um marco histórico em que a Igreja Católica reconhece Nossa Senhora de Divina Pastora como nossa padroeira. Desta maneira, vamos também deixar registrado na história do Bugio, a passagem dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida neste Santuário”, declarou.

A notícia agradou a senhora Marina Souza, moradora há 38 anos do Bugio e frequentadora assíduo do Santuário Nossa Senhora Aparecida. Assim como ao pároco do Santuário, o padre Jadilson. “Estamos muito felizes com esse anúncio do governador. Ele tem tido uma sensibilidade muito grande. Agradecemos também a todas as imagens que já foram entregues nos municípios de Divina Pastora, Santa Rosa de Lima e Siriri. Agora, os nossos fieis do Santuário Nossa Senhora Aparecida é que serão agraciados com mais uma imagem que nos lembra da pessoa, ali representada, é santa, viveu conforme a vontade de Deus. Que é um “modelo de vida” para todos”.

Na opinião do secretário José Sobral, a tradição da celebração religiosa católica já se tornou uma manifestação cultural da localidade. “Toda a população do Bugio e das circunvizinhanças participa dessa celebração, dessa festa cultural e religiosa que é a devoção a Nossa Senhora Aparecida que é a padroeira do Brasil e padroeira do Bugio. Estamos participando desse ato de fé, desse ato de confraternização e que já está incutido na cultura. Além disso, com o anúncio da imagem, o governador veio materializar o símbolo da devoção de um povo, a sua cultura, a sua religiosidade e a sua identidade”, pontuou o secretário.

A missa em homenagem aos motoristas foi presidida pelo Frei João Paulo da Paróquia São Judas Tadeu, localizada no Bairro América. Na oportunidade, o sacerdote falou sobre a importância de Nossa Senhora para os brasileiros, sobretudo, nos momentos difíceis.

Com o tema “Senhora Aparecida: 300 anos de bênçãos e graças”, a Paróquia-Santuário Nossa Senhora Aparecida do Bairro Bugio realiza o Dozenário, Festa e Peregrinação em louvor a Mãe Aparecida. A programação, que iniciou no dia 30 de setembro, segue até 12 de outubro, com missas, celebrações especiais, procissões e apresentações musicais.

Paróquia

A paróquia do Bugio, nomeada Nossa Senhora Aparecida, foi criada no dia 23 de agosto de 1983 e instalada oficialmente no dia 12 de outubro do mesmo ano. Um ano depois, o então arcebispo Dom Luciano José Cabral Duarte decretou a construção do Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora Aparecida, que, neste feriado, completará 34 anos de existência. 

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯