06 Setembro 2019 - 22:28

Eleição dos novos conselheiros tutelares de Aracaju acontece em outubro

No próximo dia 6 de outubro Aracaju conhecerá seus 30 novos Conselheiros Tutelares, os quais serão escolhidos pelo voto popular para ocupar os seis distritos existentes na capital. Todos os cidadãos que estão quites com a Justiça Eleitoral, podem votar e devem se dirigir aos mesmos locais de votação das eleições para o Executivo e o Legislativo.

Toda a eleição ocorre de acordo com os padrões estabelecidos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE). A apuração é feita pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), junto ao Ministério Público do Estado (MPSE) e o TRE, que dá todo o suporte com relação às urnas e à capacitação dos envolvidos no processo.

O processo eleitoral foi iniciado em maio deste ano por intermédio do CMDA, em parceria com a Secretaria Municipal da Assistência Social da Prefeitura de Aracju. O processo acontece de forma integrada.

Para se se candidatar ao cargo de conselheiro tutelar, o cidadão precisa maior de 21 anos; ter idoneidade moral; residir em Aracaju, por, pelo menos, dois anos e dentro do território de inscrição; ter nível médio completo; apresentar declarações de experiência de dois anos em locais que trabalham com crianças e adolescentes e estejam ligados a uma instituição.

O papel do conselheiro tutelar é garantir os direitos da criança e do adolescente, já que o próprio Conselho Tutelar é parte integrante da administração pública. Logo, eleger pessoas para esse cargo é um ato de responsabilidade social, já que um conselheiro tutelar é um verdadeiro representante das crianças e dos adolescentes com a plena capacidade de dialogar.

As inscrições para a candidatura ao cargo de conselheiro tutelar foram encerradas em julho e, dos 180 inscritos, 128 candidatos foram aprovados para participar do processo eleitoral.

por Secom - Aracaju

Comentários comentar agora ❯