27 Abril 2010 - 16:52

PSB formaliza hoje saída de Ciro da corrida eleitoral

A Executiva Nacional do PSB formaliza hoje a retirada da pré-candidatura de Ciro Gomes (CE) à Presidência da República. Com a saída do deputado da corrida presidencial, o PSB deverá oficializar, em junho, o apoio à candidatura da petista Dilma Rousseff à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A fim de ter argumentos para tirar Ciro Gomes da disputa, a cúpula do PSB fez levantamento nos 27 diretórios do partido sobre a candidatura presidencial do parlamentar. A tendência ontem era de que a maioria se posicionasse contra a candidatura de Ciro, optando pelo apoio a Dilma. Um balanço preliminar indicava que apenas "cinco e seis diretórios" eram favoráveis à manutenção de candidatura própria à Presidência, segundo um dos integrantes da cúpula do partido.

O clima no PSB é de irritação com Ciro. Na semana passada, ele criticou dirigentes do partido e afirmou que o candidato tucano à Presidência, José Serra, é mais preparado do que Dilma. Integrantes da cúpula socialista abriram fogo amigo contra Ciro e, nos bastidores, defenderam o afastamento do ministro Pedro Brito da Secretaria de Portos. Brito é homem de confiança do deputado.

"Não vamos polemizar com o Ciro", afirmou ontem o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). Segundo ele, o presidente Lula não tem planos de afastar o protegido de Ciro Gomes do ministério. "Essa é uma discussão interna no PSB e acho que o presidente Lula não vai concordar em fazer ajustes internos com cargos", observou o líder.
 

por Agencia Estado

Comentários comentar agora ❯