25 Agosto 2009 - 15:32

Sindicalistas filiam-se ao PMDB e defendem participação da classe

Assessoria
Renan defende fortalecimento do PMDB com ampla filiação dos trabalhadores

Depois de lançar o PMDB Mulher e a Fundação Ulysses Guimarães (FUG) no Estado, a maior legenda partidária do País dá mais um passo em seu processo de estruturação em Alagoas com a filiação de líderes sindicais para organizar a conexão do partido com a classe trabalhadora. A solenidade ocorreu ontem à tarde na sede do partido, com a presença de seu presidente estadual, senador Renan Calheiros, e do presidente da AMA (Associação dos Municípios Alagoanos) e prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa.

Entre os novos filiados do PMDB destacava-se Sérgio Cabral Barbosa – Serjão, como é mais conhecido o líder sindical. Renan o qualificou de “um companheiro que muito honra e dignifica o nosso partido”. O senador agradeceu a todos os representantes de classe e outros trabalhadores presentes à solenidade – mais de 60. Serjão está trabalhando na organização da CGTB (Central Geral dos Trabalhadores Brasileiros) no Estado, cuja implantação deverá ocorrer no dia 17 de setembro.

“A presença de todas essas lideranças aqui significa a conexão do PMDB com a base sindical estadual e suas bandeiras de luta, independentemente da filiação partidária de cada um”, enfatizou o senador. Neste primeiro momento, segundo ele, o importante não são apenas as filiações partidárias, “mas sim que tenhamos uma agenda para o movimento sindical e coloquemos o PMDB inteiramente à disposição para defendermos os interesses dos trabalhadores”.

Serjão vai liderar o braço do partido junto à classe trabalhadora, com uma estrutura semelhante ao PMDB Mulher – lançado no mês de abril –, PMDB Afro e PMDB Jovem, que estão em fase de organização e deverão ser lançados nos próximos dias. Outro reforço peemedebista chegou a Alagoas na última sexta-feira – a Fundação Ulysses Guimarães, com o objetivo de promover a formação política da base partidária com a realização de cursos à distância.
Estrutura para 2010.

Renan destacou a importância do aparelhamento do PMDB para disputar as eleições do próximo ano com uma estrutura bem mais ampla do que o do vitorioso pleito que o partido obteve em 2008. A proposta para 2010 é lançar nomes a deputado estadual, deputado federal e senador, tendo ao mesmo tempo a amplitude necessária para escolher um candidato a governador com condições de levar o Estado ao progresso social e ao desenvolvimento que os alagoanos esperam.

“Vamos ter uma aliança nacional e trabalhar para que ela se reproduza aqui no Estado. Ainda teremos alguns meses, tempo suficiente para consolidarmos a nossa estrutura, já que o processo eleitoral só vai se definir mesmo a partir de fevereiro ou março do próximo ano. O importante agora é conversarmos com todo mundo, estruturar o partido e viabilizar essas alianças para alcançarmos uma grande vitória”, conclui o senador.


Legenda fortalecida

O prefeito Luciano Barbosa parabenizou o diretório estadual do partido, ao qual é filiado, pela iniciativa de fortalecer a legenda junto ao movimento sindical. “E muito importante a construção de uma frente de transmissão que pegue as idéias do partido e leve para o conjunto dos trabalhadores. Desta forma, o PMDB vai poder colaborar com o movimento sindical e fortalecer o conjunto dos trabalhadores em suas reivindicações”, enfatizou o presidente da AMA.

Em nome dos líderes sindicais, Serjão disse que a força da juventude e de todo o pessoal que vai oxigenar o movimento sindical no Estado com a CGTB certamente contribuirá para por fim àquilo que no seu entendimento configura-se um grande vácuo na política alagoana, que é a falta do diálogo com a classe trabalhadora, para que ela possa, além da essência fundamental do trabalho sindical, posicionar-se diante de tantos problemas que tem afetado o país em prejuízo a todos os trabalhadores.

 

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯