22 Outubro 2009 - 11:29

Senado vai cortar salário de servidores não recadastrados

Os mais de 800 servidores do Senado – efetivos e comissionados – que não responderam ao recadastramento feito pela Casa terão os salários suspensos a partir deste mês. A determinação é do presidente José Sarney (PMDB-AP). “Cortaremos os vencimentos a partir deste mês até que eles se recadastrem”, disse.

O Senado determinou o recadastramento para investigar se há funcionários fantasmas na Casa. “Se houver funcionários na Casa que não trabalham, serão demitidos”, disse Sarney.

O recadastramento anual de servidores terminou em 16 de outubro. Mais de 800 pessoas não responderam ao questionário. A ideia é atualizar os dados pessoais, funcionais e de dependentes para formar uma base de dados única e integrada.
 

por Agência Brasil

Comentários comentar agora ❯