21 Outubro 2009 - 00:01

Deputado Jackson Barreto destaca 100 anos do DNOCS

O deputado Jackson Barreto (PMDB) fez pronunciamento na Câmara Federal, homenageando o centenário do Departamento Nacional de Obras contra as Secas – Dnocs, comemorado nesta quarta, dia 21. Segundo o deputado, o órgão que ainda possui pouco mais de dois mil funcionários, em dez estados nordestinos, já contou com mais de 14 mil, que contribuíram até mesmo com suas vidas na construção de açudes e outras obras.

Jackson disse que durante o seu centenário a instituição acumula realizações que tornaram o semiárido nordestino - com 900 mil m² - o mais populoso do mundo. Além de açudes, outras obras levaram água para a irrigação e criação de animais, eletrificação, estradas, escolas,
hospitais e até mesmo campos de pouso. Poços artesianos, lembrou Jackson Barreto, foram mais de 30 mil perfurados.

O deputado sergipano cumprimentou o diretor do órgão em Sergipe, Marcionílio Rocha, e parabenizou a todos os funcionários ativos, aposentados e pensionistas do órgão, por tornarem a autarquia federal, criada em 1909, o marco na gestão dos recursos hídricos, por ser o
primeiro a atuar na dessalinização e na construção de estações de piscicultura.

“Nosso PMDB não deixará esta chama de cem anos se apagar. O DNOCS deve continuar vivo, revitalizado e gerenciando os recursos hídricos da nossa região nordestina”, disse JB.

Jackson também lembrou a atuação do Dnocs em Sergipe. As primeiras obras foram a construção de uma estrada e do Açude Tabocas, no município de Simão Dias, em 1913. A mais recente foi o açude de Três Barras, em Gracho Cardoso. Ele também destacou a importância do açude Marcela, em Itabaiana, que foi construído durante o governo de Juscelino Kubitscheck e viabiliza a produção de hortaliças no município, que já é a maior do nordeste.

O peemedebista terminou seu discurso pedindo a revitalização do Dnocs, sugerindo aos deputados que destinassem emendas parlamentares ao órgão. Jackson também falou sobre a necessidade da realização de concurso público e a elaboração de um plano de Cargos e Carreira para o órgão.

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯