18 Maio 2010 - 11:38

PDT pede intervenção de Dilma em São Paulo e no Paraná

O PDT quer que Dilma Rousseff intervenha para acabar com a crise entre o partido e o PT, tanto em São Paulo quanto no Paraná.

Surpreendidos com a disposição petista de formar uma chapa puro-sangue em São Paulo (o PDT queria a vaga de vice de Aloizio Mercadante), o partido quer atrelar o debate paulista à sucessão no Paraná, onde a petista Gleisi Hoffmann mantém a candidatura ao Senado e não quer ser vice de Osmar Dias (PDT) ao governo estadual.

"Os diretórios poderão conversar, mas acho que, mais cedo ou mais tarde, Dilma terá que entrar nessa história", defendeu o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT-SP).

por Agência Estado

Comentários comentar agora ❯

  • Paulo Jose dos Santos Chamem observadores! Tenho acisado incansavelmente que haveria uma rápida melhoria dos índices da Dilma tartamuda, por uma simples razão: se o Serra se afastar muito, será perigoso fraudar as urnas o que é relativamente fácil conforme estudos. Para tanto, basta possuir um ou dois institutos de pesquisa (o que o PT já tem), e cooptar (ou comprar) a honra do TSE, o que não parece difícil, se é que jã não aconteceu. Aviso, já nas cansadas: tratem de dennciar e pedir a presença de observadores estrangeiros (não latino-americanos) na eleição presidencial. Mas, cuidado, o entusiasmo pode ser fatal, ainda mais de mal com a cúpula do Exército.