18 Fevereiro 2010 - 21:40

Deputados avaliam discurso do governador na ALE

O discurso do governador Teotonio Vilela Filho, na abertura do ano legislativo de 2010 da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira, 18, recebeu avaliações dos parlamentares presentes à sessão. Para o oposicionista Judson Cabral (PT), Vilela fez um pronunciamento no qual superestimou as realizações em sua gestão desde 2007 e esqueceu áreas essenciais do serviço público, a exemplo de saúde e segurança pública. Para o presidente da Casa, deputado Fernando Toledo (PSDB), o chefe do Executivo mostrou que o governo está empenhado na busca de fazer o melhor em favor da população.

Toledo classificou como positivo o pronunciamento de Vilela. Segundo ele, o Legislativo tem se portado como parceira do Executivo. “O governador mostrou que está trabalhando para garantir o melhor para os alagoanos. O papel do Legislativo é fiscalizar e orientar quanto aos meios para chegar a essa melhoria e a Assembleia está acompanhando a execução das atividades de governo na condição de órgão fiscalizador”, resumiu Fernando Toledo.

Para o deputado Judson Cabral, o governador “esqueceu” de tratar com mais celeridade questões importantes para o Estado. Ele cita como exemplos as áreas de segurança pública e saúde. “São áreas que têm mostrado problemas e preocupam a população. O governador superestima as realizações e subestima a participação do governo federal, responsável pela maioria das obras em Alagoas”, avaliou o petista.

A sessão solene desta quinta-feira não permitiu discursos de parlamentares na tribuna da Casa e obedece ao princípio constitucional, que marca o início do ano legislativo no dia 15 de fevereiro. Como a data 'caiu' Carnaval, foi transferida para o primeiro dia útil seguinte. A próxima sessão ordinária acontece na terça-feira, dia 23.

 

 

por ALE

Comentários comentar agora ❯

  • carlos O governador mostrou que está trabalhando?! Só podia ser na cabeça desse deputado que mudou até a lei para ser conselheiro do tribunal de contas. Mas, o que o povo vê é só nepotismo...Vilelas e Toledos...