15 Agosto 2010 - 13:42

Marina reencontra amigos e familiares em sua vista a Manaus

Em sua primeira viagem a Manaus desde que o início da campanha à Presidência da República, a candidata do PV, Marina Silva, viveu momentos de recordações e reencontros familiares. Ela conheceu a vida urbana quando se mudou com a família, aos 7 anos, para o Morro da Liberdade, um bairro da periferia da capital amazonense.

 

No sábado (14), 45 anos após ter retornado ao Acre depois de viver cinco meses no Morro da Liberdade, a candidata visitou o bairro para inaugurar mais uma Casa de Marina, espécie de comitê informal de campanha. Lá, reencontrou primos e amigos que ainda vivem no morro.

 

Marina se emocionou ao rever a costureira Berenice, que ajudou sua família em um momento difícil. “Foi a dona Berenice que arrumou um emprego de costureira para minha mãe na Casa das Sêdas quando passávamos fome na Liberdade”, recordou a candidata.

 

Ela também falou dos seus primeiros contatos com a realidade urbana das capitais. Acostumada à vida na mata - morava na comunidade do Seringal Bagaço, no Acre -, Marina teve que lidar com uma realidade nova. “Cheguei na cidade e descobri um mundo novo. Queria descobrir as coisas.”

 

Quase sempre quem lhe guiava quando andava pelo bairro e por outras partes de Manaus era a prima Babá, com quem se reencontrou ontem. Marina lembrou que um dos momentos mais agitados que viveu naquele tempo ocorreu quando o cantor Waldick Soriano esteve no morro.“Com a fama de homem namorador, o Waldick tinha uma namorada lá e foi visitá-la. Esse episódio me marcou porque foi todo mundo para a porta da casa da namorada dele enquanto ele estava com ela lá dentro. Eu também fui, mas fiquei muito incomodada com aquele movimento todo.”

 

Depois de visitar o Morro da Liberdade, seu último compromisso oficial nesse sábado, Marina participou, à noite, em um shopping center da cidade, do lançamento do livro biográfico “Marina – A vida por uma causa”. Hoje de manhã, a candidata foi a uma caminhada na feira de artesanato da Avenida Eduardo Ribeiro e depois participou de encontro com mulheres evangélicas.

 

No domingo (16), Marina e o candidato ao governo de São Paulo pelo PV, Fábio Feldmann, participam, de encontro com lideranças da comunidade judaica, na capital paulista. O evento foi organizado pela Confederação Israelita do Brasil (Conib) em parceria com a Federação Israelita do Estado de São Paulo.

 

por Agência Brasil

Comentários comentar agora ❯