13 Outubro 2009 - 21:54

Câmara deve regulamentar atividade de lobistas

A Câmara dos Deputados deverá aprovar projeto de lei para regulamentar a atividade do lobby (grupos de pressão em defesa de determinadas causas). A informação foi dada nesta terça (13) pelo presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), após reunião com os líderes partidários para definir as votações que devem ocorrer até o dia 10 de novembro, quando deverão começar a ser votados os projetos do pré-sal.

“Acho que [o lobby] deve vir a ser disciplinado. Vou fazer um levantamento de todos os projetos que tratam do assunto e, se possível, disciplinar a atividade”, disse Temer. Segundo ele, hoje existe desorganização e até má fama da atividade. Temer discutiu a regulamentação do trabalho dos lobistas em reunião com os líderes partidários na residência oficial da presidência da Câmara.

O presidente da Câmara disse que, depois de juntar todos os projetos que tratam da regulamentação do lobby, pretende reunir-se com os líderes para discutir a regulamentação da matéria. “Se houver boa receptividade, vamos regulamentar essa matéria como ocorre em vários países”. Temer informou que não há data para votar a regulamentação dos grupos de pressão. Para ele, como a Câmara é uma casa democrática, a presença do povo para reivindicar votação de matérias de seu interesse não incomoda, mas é preciso que sejam organizados.

Desde o inicio deste ano, diversos grupos têm lotado as dependências da Câmara para pressionar os deputados a votarem favoravelmente a determinados assuntos. Os grupos que mais se destacaram foram os de suplentes de vereador, que defenderam a aprovação da PEC dos Vereadores; aposentados e pensionistas, para votação de propostas de seu interesses; sindicalistas defendendo a redução da jornada

por Agência Brasil

Comentários comentar agora ❯