12 Novembro 2010 - 10:14

Promotor diz que teste de alfabetização de Tiririca teve resultado insuficiente

Divulgação

O promotor Eleitoral Maurício Ribeiro Lopes afirmou há pouco que o deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, conhecido como Tiririca, teve resultado insuficiente em seu teste de alfabetização.

O teste foi feito durante audiência no processo em que Tiririca é acusado de falsidade ideológica por ter forjado uma declaração de alfabetização para o registro de sua candidatura. “Quantitativamente qualitativamente não houve satisfação do conceito de alfabetizado. Pelo menos alfabetizado funcional”, disse o promotor.

Lopes falou com a imprensa logo após a audiência. ele disse que Tiririca não conseguiu alcançar um desempenho de pelo menos 30% no teste de escrita, leitura e de interpretação a que se submeteu.

A audiência durou mais de dez horas. Três testemunhas de defesa e uma de acusação também prestaram depoimentos. A sentença sobre o caso, no entanto, ainda não foi dada pelo juiz Aloísio Sérgio Rezende Silveira.

Para o promotor, independentemente do resultado do teste, o crime de falsidade ideológica está claro. Segundo ele, o próprio deputado eleito confessou que o documento apresentado para o registro de sua candidatura foi escrito com a ajuda de sua mulher. Isso, segundo Lopes, já caracterizaria o crime. Lopes disse ainda que mesmo que Tiririca seja absolvido o Ministério Público Eleitoral vai recorrer da decisão.

 

 

por Agência Brasil

Comentários comentar agora ❯